Baden-Powell aos saltos…

Baden-Powell

Um escuteiro lisboeta de 29 anos de idade foi recentemente detetado pela Interpol numa rede de pornografia infantil.
Nos calabouços da PJ, o escuteiro pedófilo enforcou-se; e no Corpo de Santa Maria de Belém passou a constar que o tipo estava internado a curar uma depressão…
Os pais das meninas abusadas sexualmente só praticamente passado um mês foram informados.
Baden-Powell deve estar a dar saltos. Aquele londrino, que esteve em Portugal em 1929, fundou uma organização do mais puro que há, promovendo a vida sã, a juventude ecológica e os sãos princípios da convivência em que a palavra honra é uma palavra chave.
Hoje em dia, pouco disto resiste. Os bons panos estão cheios de nódoas e a maldade e a depravação espreitam em cada esquina e atrás de cada árvore…
É verdade que, como muito bem sabem os escuteiros, não é uma árvore que faz a floresta. Mas com este episódio reforçamos a ideia de que cada vez mais o verbo desconfiar vai sendo um verbo a conjugar em todo o lado…

Anúncios

%d bloggers like this: