Árbitro de 18 anos na 1ª Divisão Distrital

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

O campeonato da 1ª Divisão Distrital da Associação de Futebol do Algarve tem diversos aliciantes nesta fase «invernosa» do final da primeira volta.
Podemos reparar na luta pelo primeiro lugar e logo aí constatamos que a competitividade está ao rubro, com duas equipas (Almancilense e Moncarapachense) na liderança e outra ali logo à babuja (o Culatrense, que festejou o réveillon no primeiro lugar).
Podemos também constatar que o Padernense, que tanto se impôs na velha terceirona agora extinta e depois se eclipsou, parece agora ter renascido e já está entre os perseguidores mais próximos do triunvirato da frente.
Podemos ainda verificar que os clubes que esta época ingressaram ou regressaram ao futebol distrital sénior estão a penar um bocado: tanto o Carvoeiro como o Mexilhoeira Grande somam, sobretudo, derrotas.
Mas não é esse o assunto «que aqui me traz hoje».
O que quero destacar é a presença de um jovem algarvio de 18 anos de idade que já apita na 1ª Divisão Distrital. Chama-se Miguel Santos e, depois de alguns aninhos a ganhar experiência, começa a mostrar o seu valor e a sua ambição nos relvados do Algarve.
Num tempo em que Nuno Almeida é o nosso suprassumo (arbitrando na 1ª Liga) e Sérgio Piscarreta está lá perto, muito pertinho, esperamos bem que o lote de árbitros que temos lançado nos nacionais consiga chutar mais um ou dois para o topo, mas não podemos deixar de felicitar quem aos 18 anos consegue chegar-se à frente e apitar já jogos do escalão máximo distrital.

(João Xavier no Jornal do Algarve de 08jan2015)

Anúncios