Um raptor pela falésia abaixo

Foto João Xavier - Beliche - Sagres

O Algarve tem mais uma estória para (e por) contar.
Em 26 de março de 1996, Jan Reemtsma, um multimilionário alemão, foi raptado. Durante 33 dias, a Alemanha viveu nos noticiários a drama do crime que só terminou com o pagamento de um resgate de 15 milhões de marcos e 12 milhões de francos suíços.
Wolfgang Koszics, um dos raptores, foi apanhado na Espanha em junho do mesmo ano e condenado a 10 anos e meio de prisão.
No ano passado (em 6 de fevereiro de 2014), já com 72 anos de idade, viajou de Dusseldórfia para Faro e instalou-se num hotel de Sagres. Passados 4 dias, bêbedo que nem um cacho, deixou o carro num parque de terra da praia do Beliche e caiu falésia abaixo, morrendo e sendo arrastado pelo mar até à praia do Tonel.
Ninguém reclamou o seu corpo, que, passado um ano, continua numa morgue algarvia.
Toda a imprensa alemã tem vindo nos últimos dias a falar no assunto. A maior parte do resgate nunca foi recuperada pela polícia alemã; e tenta-se agora saber se terá havido ou não mão alheia a fazer o gordo raptor ir falésia vicentina abaixo.

Anúncios

%d bloggers like this: