Vilamoura vendida a americanos

Foto João Xavier - Marina de Vilamoura em 2009

Vilamoura foi vendida a uma empresa americana! – dizem as notícias.
Já começam a ficar longe os tempos em que a Quinta de Quarteira se tornou uma grande propriedade rural, às mãos do algarvio Júdice Fialho, mais conhecido por ter enriquecido com a indústria conserveira… lá para os anos 30 do séc. XX.
Depois, nos anos 60, Artur Cupertino de Miranda comprou a quinta e transformou-a na Vilamoura turística que revolucionou o turismo algarvio (é o maior empreendimento turístico europeu).
No ano 2000, o polaco André Jordan, que tinha feito fortuna na Quinta do Lago, comprou a Lusotur (empresa titular de Vilamoura), para passados 4 anos ganhar 360 milhões de euros vendendo-a a um grupo espanhol… que faliu em 2010 e fez Vilamoura passar para o Catalunya Banc.
Agora, em 2015, o banco catalão conseguiu finalmente ver-se livre deste empreendimento e vendeu-o a uma consultora imobiliária norteamericana.
Há um ano, o Governo português aprovou o plano de construção de uma «cidade lacustre» que pode avançar em breve. Falta saber se há dinheiro e vontade…
Que, ao menos, saibam manter em funcionamento o que já existe. Com a crise que tem abalado o país, é de temer que a estrutura (que já teve melhores dias) deixe de rodar e aumente o número de edifícios sem manutenção…

Anúncios

%d bloggers like this: