Caldos de galinha para as mesas de voto

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Paulo Portas disse ontem, em pleno discurso de assinatura da coligação do PSD com o CDS/PP:
«Sugiro aos nossos concidadãos prudência e caldos de galinha.»
Claro que se trata de alusão a um conhecido provérbio popular português.
«Cautela e caldos de galinha nunca fizeram mal a ninguém.» – diz o povo, na sua milenar sabedoria.
Ora aqui está uma boa ideia para prepararmos os votos que vamos ter nas mãos ainda este ano e no início do próximo: «cautela e caldos de galinha».
A fuga ao politiquês é sempre bem vinda…

Anúncios

%d bloggers like this: