Uma prisão sobre a cabeça de Macário

Foto João Xavier - Macário Correia em 2010

Foi agora divulgado na imprensa que Macário Correia foi acusado de prevaricação pelo Ministério Público.
Remontam os problemas à época em que aquele autarca algarvio presidiu à Câmara Municipal de Tavira, na primeira década do séc. XXI.
Condenado à perda de mandato, por causa da autorização de construção de edificações que a legislação em vigor não permitia, Macário resistiu, resistiu, mas acabou por ser posto fora da corrida eleitoral autárquica de Faro.
Atualmente aposentado, exerce funções na Algar e estaria provavelmente pensando que o assunto tinha morrido no nível político. Afinal, corre agora o risco de ser condenado a pena de prisão!
A prevaricação praticada por titular de cargo político não é geralmente vista a nível jurídico como uma coisa leve…

Anúncios

%d bloggers like this: