Cada vez menos alunos

Foto João Xavier - Escola de Alte

Em 2 anos, o ensino obrigatório português perdeu 50 mil alunos!!!
Só o 1º ciclo do ensino básico perdeu 16 mil alunos de 2012 a 2014!!!
Esta triste realidade da quebra de natalidade em Portugal é o que é. A Segurança Social fica com uma «espada de Dâmocles» em cima da cabeça, o país perde capacidade regenerativa, mas de aumentos e quebras de população está a História cheia.
Quem se lixa são os professores. Quando o mar bate na rocha, como se sabe, quem se lixa são os mexilhões!
Os professores veem-se com os postos de trabalho em perigo, o interior vai-se desertificando… e o Estado vai fechando cada vez mais escolas e construindo turmas mais numerosas…
Temos de viver com quem temos… e a única solução que se vislumbra são as boas vindas aos imigrantes, que por acaso até vão tendo maior taxa reprodutiva que os portugueses.
São os imigrantes que transformam algumas das nossas turmas em amostras de assembleias gerais da ONU. São os imigrantes que trazem força laboral para tarefas que os tugas vão rejeitando. São os imigrantes trazem valor acrescido à interculturalidade.
Um dia mais tarde, daqui a algumas décadas, poderemos reverter esta situação. Agora estamos no tempo «das vacas magras».

Anúncios

%d bloggers like this: