De Plutão, com amor

Foto Nasa - Plutão em 2015

No verão que ora termina, o ser humano conseguiu chegar pertinho de Plutão. Durante dias, a imprensa mundial fez eco das expetativas e publicou as primeiras fotos do mais longínquo planeta do sistema solar.
As fotos, obtidas a partir de uma máquina que levou anos a chegar lá, são já de elevada qualidade, mas de pouco mais nos servem do que de divertimento.
O próprio Plutão foi recentemente negligenciado pelos peritos internacionais, que o desclassificaram, querendo que deixemos de o referir na lista que muitas das nossas crianças memorizam (Mercúrio, Vénus, Terra, Marte, Júpiter, Saturno, Urano, Neptuno…).
Plutão «respondeu», desenhando um coração para ficar nas fotos. Contudo, num tempo em que deveríamos redirecionar as nossas despesas para o combate à pobreza que afeta milhões de humanos no planeta Terra, continuamos a esbanjar fortunas em aventuras espaciais que não vão melhorar a nossa qualidade de vida.
Ainda não mudámos o azimute…


%d bloggers like this: