Liberdade de circulação em Olhão

foto joao xavier - passagem férrea reaberta em olhao

Em setembro de 2014, a Refer fechou a passagem pedonal da linha férrea em Olhão, perto da Biblioteca Municipal.
Desencadeou-se então uma revolta popular, com destruição de vedações, algumas manifs e diversas passagens clandestinas…
Entrou de seguida em palco o município olhanense, pressionando a empresa pública no sentido de se reabrir a passagem destruída.
Só agora, em outubro de 2015, a passagem foi reaberta, porque, afinal, houve quem percebesse que as coisas existem para as pessoas, as cidades existem para as pessoas e «quem está no convento é que sabe o que vai lá dentro»…
É o que se chama «água mole em pedra dura tanto bate até que fura»… mas é também mais um exemplo de como as empresas públicas (e o próprio Estado) desperdiçam dinheiro em jogos de destruir e reconstruir.
O bota abaixo é um desporto portuga. Sempre em nome do progresso.


%d bloggers like this: