A mania de tirarem os filhos aos pais

foto joao xavier - parque infantil na mata do liceu de faro

A estória começa com a vida dramática de um casal algarvio que tem dois pares de gémeos e um dos bebés hospitalizado há quase ano e meio.
Vivem num T1 e dinheiro é coisa que lhes falta. Dinheiro e alegria.
Um dia destes, às duas da madrugada, um jovem viu no parque infantil da mata do Liceu de Faro 2 putos de 3 aninhos a brincarem sozinhos. Chamou a polícia.
Os putos, com o pai a trabalhar e a mãe exausta em sono profundo, tinham conseguido apanhar um chave da porta do apartamento depois de um ter amarinhado por um móvel… e saíram até ao parque, a quase 500 metros de distância.
Quando o pai chegou do trabalho deu pela falta dos filhos.
Não tardou a saber que a polícia os tinha levado para o Refúgio e, depois, que a Comissão de Proteção de Crianças e Jovens lhes retirou a guarda dos 4 filhos!
Quando há algum tempo pediram ajuda para poderem colocar os filhos numa creche, responderam-lhes que não havia vagas. Agora, perante o drama deste casal pobre, o que as instituições oficiais fazem é tirar os filhos aos pais, alegando que estes incorreram no crime de abandono e exposição.
Do que esta gente precisa é de ajuda. Haja bom senso.


%d bloggers like this: