O Banif é apenas mais um…

Foto João Xavier - Boné do Banif

O governo português vendeu o Banif a um banco espanhol. Num instante houve letras a serem substituídas na sede principal, com a venda a desbarato a deixar o Estado português a arder com mais uns milhões de euros que se esfumam como se fossem nevoeiro.
Depois (note bem: «depois»!!!), foi apresentada na Assembleia da República a proposta para financiar com o orçamento estatal o descalabro da gestão do banco madeirense!
Os partidos da esquerda votaram contra. E fizeram muito bem!
O CDS votou contra. E fez muito bem!
Quem salvou a jogatana? O PSD!
Se não fossem os sociaisdemocratas, o Banif teria sido dado como falido e apenas os depositantes teriam direito a saldos até 100 mil euros.
O Zé portuga, artista da corrupção, do desenrascanço e do enriquecimento rápido, estoira com os bancos como se fossem balões… mas vai contando com os políticos do «centrão» para atirar areia para o ar. Foi assim com o PS, foi assim com o PSD e volta a ser agora assim com o PS.
Dizia-se por aí que a política portuguesa tinha mudado com as eleições de 4 de outubro. Constata-se que já não são as mesmas as moscas que andam zunindo…


%d bloggers like this: