Hitler e o Viriato de Aljezur

foto joão xavier - sepulturas alemãs em aljezur

Em 20 de abril de 1954, a República Federal da Alemanha comprou por 7 mil escudos 14 m2 do cemitério de Aljezur, para ali manter 7 sepulturas perpétuas!
Os alemães sepultados em Aljezur tinham caído com um bombardeiro abatido pelos ingleses em 9 de julho de 1943. No mesmo dia, tropas aliadas desembarcavam na Sicília; e, no dia 26, Mussolini era preso e o governo fascista deposto em Itália. Em 12 de setembro, comandos alemães libertaram Mussolini, que no dia 23 reocupou o poder.
Mas o que eu hoje quero recordar é o caso do José Viriato.
Quando no verão de 1943 o bombardeiro alemão caiu perto do posto da Guarda Fiscal de Aljezur, José Viriato era o comandante da Legião Portuguesa naquela vila algarvia.
Os corpos dos 7 militares nazis foram velados na Igreja de Nossa Senhora de Alva, com guarda de honra da Legião Portuguesa e por isso o Estado alemão enviou para José Viriato e para outros 3 aljezurenses condecorações com medalhas e diplomas assinados por Hitler.
A «Batalha de Aljezur» foi um episódio da 2ª Guerra Mundial em pleno Algarve. E das medalhas, tal como dos diplomas assinados por Hitler, ninguém hoje revela o paradeiro…

Uma resposta to “Hitler e o Viriato de Aljezur”

  1. João Xavier Says:

    A Notícias Magazine publicou em 28 de agosto de 2016 um magnífico trabalho de 14 páginas de Ricardo J. Rodrigues sobre a batalha da 2ª Guerra Mundial ocorrida no Algarve, perto de Aljezur, em 9 de julho de 1943.
    É mais uma prova de que o meu artigo de 16 de fevereiro veio referenciar um evento histórico que o Algarve não deve esquecer.

Os comentários estão fechados.


%d bloggers like this: