A polémica da eutanásia

foto joao xavier - seringa

A bastonária da Ordem dos Enfermeiros disse que «a eutanásia já é praticada nos hospitais públicos». Pelos vistos, basta administrar uma dose (in)conveniente de insulina.
Perante a polémica que a sua frase fez estalar, Ana Rita Cavaco, nos seus ainda verdes 39 aninhos, já veio dar o dito por não dito e afirma que não conhece nenhum caso concreto. Por causa da imponderação, já tem em cima uma inspeção do ministério da saúde, um inquérito do ministério público e uma chamada urgente ao parlamento.
Há nesta problemática uma situação que não é eutanásia: deixar morrer quem já só sobrevive dependente de máquinas que não lhe dão qualidade de vida.
Outra situação, bem diferente, é pôr termo à vida de alguém com base em preconceitos às vezes extemporâneos, às vezes desmedidos e às vezes oportunistas.
Diz hoje no JN um enfermeiro que desde os anos 70 do século passado as eutanásias são praticadas em Portugal… até com injeção de ar nas veias… «normalmente com pessoas idosas, sem apoio e sem qualquer esperança»…
É deste submundo que a gente tem medo…


%d bloggers like this: