Jovens sem rumo

foto joao xavier - tiros em almancil

Os tiros na parede marcam a morte de um jovem. As velas no chão marcam o pesar dos amigos.
Em Almancil, um jovem romeno de 18 anos de idade, envolvido no tráfico de drogas, foi abatido a tiro por um grupo de Olhão que não lhe perdoou uma banhada recente (ele recebeu um fornecimento de droga e não pagou).
Esta estória, lida na imprensa nacional, é, aparentemente, a estória que desencadeou a violenta ação a tiro para tirar a vida a mais um rapaz em terras algarvias.
O consumo de drogas ilegais, cancro autêntico desta sociedade «moderna» que construímos, vai acrescendo sofrimento e dor a muitas famílias.
Iludidos com as imagens icónicas da sociedade de consumo, muitos jovens tornam-se fracos, sem resistência emocional aos desencantos e às frustrações e caem no consumo de substâncias que lhes afetam a saúde física e mental.
Tem também bastante peso nestas opções a excessiva socialização interpares que menoriza a personalidade de cada um e os deixa ao dispor das influências mais negativas.
A par de tudo isto, temos o desenraizamento, o desemprego e a inatividade demasiado prolongada das novas gerações.
Não continuemos a assobiar para o lado.


%d bloggers like this: