12 tugas numa carrinha para 6…

in JN de 26mar2016

A semana santa ficou marcada pelo acidente em que pereceram na França 12 emigrantes portugueses da Suíça.
Ao chegar ao local do acidente, numa perigosa estrada nacional francesa, a polícia ficou estupefacta com o número de mortos: 12, numa carrinha furgão que normalmente tem capacidade para 6 passageiros, quando muito 9, após adaptação que tem de ser aprovada oficialmente.
O caso é mais um dos que motivam anedotas de humor negro sobre os portugas.
Na ânsia de ganharem mais dinheiro fácil, é comum muitos transportadores de emigrantes portugueses viram até Portugal com lotação excessiva.- dizem outros emigrantes.
Normalmente, a transgressão passa impune e não tem piores consequências porque o volante é entregue a homens experientes. Coisa que não aconteceu no caso em epígrafe, pois o motorista, sem habilitação profissional, tem apenas 19 anos de idade!
Um conhecido slogan utilizado pela prevenção rodoviária portuguesa há umas décadas dizia que «mais vale perder um minuto na vida do que a vida num minuto».
Uma lição que fica cada vez mais oca, perante as velocidades loucas com que tanta gente circula. Uma lição que muitos papagueiam quando estão em casa, mas esquecem logo que se veem sobre rodas…


%d bloggers like this: