Boom de cegonhas

Foto João Xavier - Cegonha sobre espique de palmeira

Um estudo recente estima que o número de cegonhas aumentou em Portugal para 10 vezes mais do que há 20 anos!
Recordamo-nos ainda de diversos alertas nos anos 70 e 80 do século passado, quando se dizia que o número daquelas aves estava a ser cada vez menor.
As cegonhas emigravam então anualmente para África durante o inverno…
Atualmente, muitos núcleos deixaram de emigrar e assentaram arraiais no nosso território!
A justificação cheira mal: as cegonhas descobriram as lixeiras e os «aterros sanitários» e, viciadas na alimentação diariamente reforçada e disponibilizada pelos humanos, reproduzem-se mais proficuamente e sedentarizaram-se. Veja-se, por exemplo, o que acontece na zona do Porto de Lagos, onde frequentemente morrem cegonhas carbonizadas em linhas de alta tensão (cegonhas que vão alimentar-se no aterro sanitário do barlavento).
Esperemos que esta situação não perdure por muito tempo: a legislação europeia vai obrigar os tugas a acabar com os aterros a céu aberto… e lá se vai o «catering» garantido das nossas cegonhas.
Faro, capital do Algarve, teve até há pouco tempo as cegonhas como símbolo num logotipo moderno. Mas as cegonhas farenses sabem fazer pela vida na Ria Formosa e arredores. Não vão ao lixo…
(Crónica marafada in Jornal do Algarve de 12 de maio de 2016)

Advertisements

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: