O 28 de maio

Gomes da Costa no 28 de maio

O 28 de maio é como que a data maldita de quem fez o 25 de abril.
O 28 de maio de 1926 foi a data em que os militares decidiram acabar de vez com a anarquia, a incompetência e a corrupção da 1ª República.
Os democratas modernos consideram aquela data de há 90 anos o início do Estado Novo. Um erro!
O 28 de maio de 1926 foi um golpe-de-Estado que acabou com a 1ª República mas não começou o Estado Novo: viveu-se então um arraial de instabilidade, sem governos e sem lei, que só terminou mais tarde. Foi para acabar com essa anarquia que Salazar aceitou ocupar o poder.
No 28 de maio, um algarvio chegou a tomar as rédeas do poder político, contra outros revolucionários. Mas a coisa pouco tempo durou.
Esse algarvio da Lagoa de Momprolé foi o Comandante Mendes Cabeçadas, um prestigiado militar que gostava de se meter na política. Não teve uma rede que o sustentasse e depressa se desiludiu.
Curiosamente, o grande homem do 28 de maio foi o General Gomes da Costa, que iniciou em Braga uma «caminhada» até Lisboa. Em 17 de junho foi ele quem liderou o ataque que «destronou» Cabeçadas. De pouco lhe serviu: em 9 de julho foi preso às ordens de Óscar Carmona e enviado à força para os Açores…
O próprio Salazar não esteve para aturar a bagunça e foi de volta para Coimbra, só tomando o poder em 1928, quando conseguiu dos militares as condições de pulso forte que exigiu.
O Estado Novo viria a seguir.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: