Primeiro a irresponsabilidade, depois o arrependimento

derrube da estátua de saddam hussein

Kadhim Sharif al-Jabouri, um dos que há 13 anos derrubaram a estátua de Saddam Hussein na capital do Iraque, veio agora na imprensa internacional confessar-se arrependido.
Por mim, levava-o era a tribunal.
Ele, como outros parolos, fez o jogo dos senhores do mundo. Apercebe-se, passada uma década, de que, afinal, o derrube do ditador iraquiano provocou o caos e a morte a milhares de compatriotas.
Vivia bem e quis pôr-se mal.
Quando conseguiu deitar abaixo a estátua do estadista, deu pulos de alegria.
Agora, Bagdad, como todo o Iraque e toda a Síria, vive o terror, a desgraça e a miséria.
O Ocidente quis dominar grandes produtores de petróleo impingindo-lhes a ideia de libertação e democracia, mas essas balelas não passaram de propaganda bélica.
Isso aconteceu no Iraque, aconteceu na Líbia, aconteceu no Afeganistão…
Arrependimento não chega. Há que punir os (ir)responsáveis.

Advertisements

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: