O pudor presidenciável

foto jan blakkarly - grafiti de hilary clinton

As eleições presidenciais norteamericanas marcam a agenda internacional de forma exagerada.
Muita imprensa acompanha as tricas como se fossem nossas.
Ao que dizem as sondagens, entre Trump e Hilary, a vitória poderá cair nas mãos de um milionário que quer revolucionar o situacionismo vigente ou nas mãos de uma oligarca demagoga com um currículo que cheira a podre.
Na Austrália, um artista de grafítis representou a rival de Monica Lewinski em trajes arrojados.
Em pouco tempo foi obrigado a disfarçar aquilo, cobrindo a dama com uma burqa.
A teia de suscetibilidades é uma teia internacional…

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: