O ocaso de Dilma

dilma cartão vermelho

Dilma Rousseff foi hoje finalmente destituída da Presidência do Brasil.
Por 61 votos contra 20, o Senado brasileiro impede a partir de hoje a conclusão do mandato da sucessora de Lula.
Foi precisamente com Lula que a presidente assumiu o seu ato mais ridículo, nomeando-o para o Governo, quando as autoridades judiciais se aprestavam para o acusar de falcatruas.
Pouco sabemos da verdade de muitas acusações, mas temos um provérbio que nos ajuda: «Onde há fumo há fogo»…
De Dilma combatente sobrou uma história de sofrimento e valentia. Mas o poder corrompe facilmente. De Dilma presidente sobra uma imagem de arrogância e prepotência que levou à destituição que hoje ocorreu.
O Brasil pode festejar esta libertação.

Uma resposta to “O ocaso de Dilma”

  1. Vitor Madeira Says:

    O Brasil poderia festejar esta ocorrência caso tivesse ocorrido nas urnas com o voto do povo, mas assim, eu diria que alguém fez batota, mesmo considerando que a senhora também possa ser, ela própria, uma batoteira.

    Quanto a mim, a democracia ficou a perder com a forma como se fizeram as coisas por ali…

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: