Cenas alentejanas na capital do Algarve

foto-joao-xavier-urb-carreira-de-tiro

A Regina, alentejana, viveu em Beja, nos seus verdes 20 anos, com o Miguel, de 36, também alentejano.
Regina acusou-o, a dada altura, de violação. E ele tem por isso estado obrigado a apresentar-se periodicamente numa esquadra policial.
Mesmo assim, já este ano, mudaram-se para Faro. Mais um casal alentejano no Algarve!
Arranjaram trabalho na restauração, mas as discussões eram frequentes. Consta que ela dormia no quarto e ele na sala…
Na passada terça feira, o Miguel estrangulou a companheira e deixou-a morta no quarto, num 7º andar da urbanização da Carreira de Tiro, junto ao estádio São Luís, na capital algarvia.
Só no dia seguinte ele ainda se cortou… para ver se morria… e depois foi sentar-se na varanda como quem ameaça saltar…
O alerta fez polícias, bombeiros e repórteres rumarem até à urbanização da Carreira de Tiro.
Detido, o assassino acabou por contar que matou a Regina porque ela se recusou a passar-lhe a ferro a farda do restaurante…

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: