Portugal com professores e polícias a mais

foto-joao-xavier-policias-em-olhao

O mais recente relatório da OCDE sobre Portugal foi anteontem apresentado com pompa e circunstância, na presença de quase metade do governo português.

Este pormenor ridículo fez até o enviado especial rir, na conferência. Mas o que mais interessa não é isso, nem a fanfarronice, nem a aparente benevolência de dados matemáticos sobre determinadas previsões orçamentais.

A dado passo, a OCDE considera que… em Portugal há professores a mais e polícias a mais.

Quanto aos professores, só podem ser considerados a mais se não investirmos melhor na qualidade do ensino, diretamente dependente do rácio professor/alunos, que tem forçosamente de diminuir, tal é a problemática social, cultural e intelectual dos discentes que entram nas escolas.

Quanto aos polícias, tem sido por demais evidente que o poder político em Portugal tem aumentado excessivamente o número de agentes policiais e tem-nos concentrado também em excesso, numa tentativa de, por um lado, sentir as costas quentes e por outro diminuir determinadas despesas…

 

Advertisements

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: