Sousa Tavares e os camaleões

Foto joao xavier - camaleao

Perito em botar faladura sobre o que não sabe, Miguel Sousa Tavares lembrou-se de comentar a problemática das casas que o Estado quer demolir nas ilhas da Ria Formosa e escreveu:

«Até se avocou que as “ilhas-barreira” eram um extraordinário habitat dos jamais avistados camaleões, os quais só estariam verdadeiramente protegidos no meio de centenas de casas clandestinas.»

Haja quem explique ao homem que as ilhas do sul do Algarve têm colónias de camaleões! Ainda no passado verão eu vi alguns na Praia de Faro, exatamente na zona leste, onde existem diversas casas pobres…

É verdade que as 369 casas identificadas para demolição são exatamente casas tipificadas como pobres, ficando fora da lista as boas moradias que ali são um verdadeiro atentado à tipicidade da zona e ao equilíbrio da relação de forças da natureza, mas isso não está em causa na croniqueta.

Pode o MST argumentar como quiser contra as casas em referência, mas não invente. Ele que continue a escrever as suas estórias: a história jamais lhe passará cartão.

 

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: