Jeroen Dijsselbloem e os europeus do sul

Foto João Xavier - Prostitutas na Estrada Nacional 1

Jeroen Dijsselbloem é o presidente do Eurogrupo e, além de ser socialista e ter um nome esquisito, tem uma desconformidade com o tempo em que vive.

“Não se pode gastar o dinheiro em copos e mulheres e logo depois pedir ajuda.” – diz ele. E eu fui logo olhar a um calendário, para me certificar de que estamos em 2017 e não em meados do séc. XX.

Estamos em 2017 e o presidente do Eurogrupo (presidente com p pequeno) acha que os portugueses e outros europeus do sul querem é putas e vinho verde.

A linguagem, desfasada no tempo, sexista e preconceituosa, mostra a qualidade de quem a proferiu.

Sabemos que a União Europeia é um flop, mas os seus líderes poderiam disfarçar.

É verdade que os tugas e os gregos, por exemplo, querem persistir num consumismo leviano e pedir a outros que lhes paguem os devaneios. Um dia haveremos de sofrer por causa disso. Mas os políticos europeus têm forçosamente de gerir as relações internacionais com elevação, a não ser que tenham como objetivo criar ruturas graves.

O líder do eurogrupo é mais um exemplo da mediocridade que impera. E contra isso a única coisa que podemos fazer é correr com esta gente e escolher gente mais competente.

 

Advertisements

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: