A fiabilidade das análises laboratoriais

adaptação de cartoon de nani humor

Em Albufeira, uma criança de 3 anos de idade ficou febril, com tosse e expetoração. A mãe foi então com ela a um centro de saúde, tendo o médico prescrito um exame laboratorial aos mucos da garganta da doente.

Feita a recolha num posto de colheita, o material foi analisado microbiologicamente num laboratório de Faro, que entregou o «resultado»: amostra de sémen na garganta!

O drama que a família viveu foi indescritível.

A PJ chegou a investigar o pai e o avô…

Afinal, o que aconteceu foi que o laboratório, para poupar as lâminas de 18 cêntimos cada, colocou numa lamela anteriormente utilizada o muco recolhido na garganta da criança!!!…

A família pôs em tribunal o laboratório e exigiu uma indemnização de 750 mil euros. O tribunal deu razão à família, mas reduziu a indemnização para 272 mil euros.

Ficamos todos com medo disto. Medo da «infalibilidade» das «análises laboratoriais». Medo dos erros.

A partir de agora, qualquer resultado de «análises» pode ser posto em causa.

 

Advertisements

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: