O largo sambrasense de São Sebastião

KODAK Digital Still Camera

Em 1673, foi construída em São Brás uma ermida dedicada a São Sebastião. Ermida que em 1892 foi destruída, para dar lugar a um largo que ganhou o nome do santo.

Só em 1950 foram demolidas diversas casas naquele local, dando então ao largo a dimensão que tem agora.

Passados 7 anos (em 1957), foi ali erguido um monumento ao poeta Bernardo de Passos.

Em 2017, o largo teve grandes obras de requalificação que custaram 315 mil euros, mas ainda não foi desta que ganhou um perfil de modernidade.

Com um defeito grave, que precisa de ser corrigido: há pouca distinção entre os espaços rodoviários e os espaços pedonais e as próprias passadeiras em pedra são de difícil visibilidade.

O que eu mais gostei de ver foi a ornamentação com cortiça e as palavras pelo chão. Mas o largo ainda não é um espaço propriamente para «estar».

O urbanismo é uma arte. Uma arte difícil…

 

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: