A terceira idade e o PIB

foto joao xavier - mama madura ao sol

Por muito que os políticos nos queiram fazer lavagens de cérebro com teorias e saques às pensões de reforma, cada vez há menos portugueses de idade superior a 55 anos a trabalhar!

Parece mentira, mas, ao que dizem estatísticas recentes, é verdade.

As pessoas consideram que mesmo com uma pensão ratada é preferível viverem livres do que acorrentadas a uma profissão. E fazem muito bem. A vida são 2 dias e nunca se sabe quando é que chega o último capítulo do livro que estamos a escrever…

Uma prestigiada consultora internacional, a PwC, considera que, se Portugal invertesse esta tendência, o nosso PIB subiria 6%. E o pessoal a lixar-se para isso: desde o ano 2003, o número de trabalhadores com idade superior a 55 anos tem vindo sempre a decrescer.

É verdade que a qualidade de vida perde uns pontos em termos capitalistas e de consumismo. Mas a liberdade não tem preço.

Bem mais grave do que esta realidade é a falta de renovação geracional. A esperança média de vida não tem parado de crescer e, perante a natalidade tão deficitária, a população começa a ser notoriamente envelhecida.

Consta que a Islândia é o país que melhor integra os mais velhos no mercado de trabalho. Mas não vale a pena os políticos tugas tentarem imitar a estratégia islandesa: a gente não cai nessa.

 

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: