A arte de desperdiçar, também no Algarve

foto joão xavier - instalações militares no guelhim

Na sequência do assalto aos paióis de Tancos, os altos responsáveis já decidiram deixar de usar aquele espaço para guardar material de guerra.

Isto, note-se, depois de ter sido aberto concurso para a substituição da vedação (em Tancos)!

A arte do desperdício dos dinheiros públicos tem, em matéria militar, um outro exemplo com décadas, no Algarve.

Há uns bons anos, na década 90 do séc. XX, altos responsáveis decidiram mandar construir um quartel militar no Guelhim, perto de Estoi, no concelho de Faro.

Já as obras iam em bom andamento, quando altos responsáveis (não sei se os mesmos…) decidiram que o Algarve não deveria ter forças militares de relevo e mandaram abandonar o projeto do Guelhim.

Hoje em dia, o que foi construído ainda permanece de pé, ao abandono, para todos podermos ver mais um exemplo de como se desperdiça dinheiro no nosso país.

 

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: