A guerra entre os animais

foto joao xavier - ratoeiras

Num tempo em que estão na moda «os direitos dos animais», continua uma guerra de que ninguém fala.

Aparece identificada como «desinfestação», «desratização», «desbaratização» e outra terminologia avulsa, mas é apenas a guerra que o bicho homem declara a outros animais que não quer ver por perto.

Com esta guerra, as autarquias gastam vastas centenas de milhares de euros.

Nas povoações, seja dentro ou fora dos nossos edifícios, há animais que não temos qualquer pejo em maltratar, envenenar, matar ou simplesmente afastar. É fácil encontrar provas materiais dessa guerra nos centros comerciais, por exemplo.

Muitas pessoas, na impossibilidade de terem outros humanos como escravos, deliciam-se a sequestrar e escravizar cães e gatos, entre outros. E criam muitos mais, com o único objetivo de os matar e comê-los.

No ideário do homo modernus, para resolver determinados problemas de consciência, legisla-se e regulamenta-se a relação com determinados animais a que se convencionou chamar «de companhia». Mas a relação do bicho homem com esses e com outros animais acaba sempre por assumir a postura de animal dominador, rei e senhor.

Pense nisso.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: