Archive for the ‘Algarve’ Category

O líder saiu da Horta da Areia arranhado

16 Dezembro 2017

foto joao xavier - faro benfica - ferreiras

O Ferreiras, líder incontestado da 1ª Divisão Distrital algarvia, visitou hoje a Horta da Areia, na estreia do novo piso sintético da capital algarvia.

Visitou, mas saiu arranhado: ganhou apenas 1 ponto, muito suado, depois de ter estado a perder com o Faro Benfica.

O Carvoeiro conseguiu ganhar ao Messinense (foi a 2ª vitória…) e o Sambrasense continua em último (sem qualquer vitória), mas a maior surpresa foi a tarde soalheira e o céu azulão que brindou todos os que foram hoje ver futebol…

Anúncios

Mais vale prevenir que remediar

14 Dezembro 2017

foto joao xavier - pilar do estadio municipal loule

O estado de conservação de obras públicas vai vivendo horas difíceis.

Este pilar que fotografei no Estádio Municipal de Loulé apresenta tais marcas de degradação que começa a tornar-se um perigo!

Suporta uma plataforma de acesso a camarotes, mas potencia uma «ameaça» para quem circula na rua.

Um alerta, para prevenirem danos pessoais e materiais que ocorrerão se tardarem as obras imprescindíveis…

Como diz o bom povo português, «mais vale prevenir que remediar».

Farense passa aos 4ºs de final da Taça de Portugal

13 Dezembro 2017

foto pedro alves - praiense - 0 - farense -1

Está confirmado: o Farense passou aos 4ºs de final da Taça de Portugal!

O treinador do Praiense dizia: «Tivemos sorte em ter-nos calhado o Farense.», mas afinal, no meio do oceano, quem fez a festa foi o Farense.

Tem sido de grande mérito a carreira dos leões alvinegros na presente edição da prova rainha: eliminaram 5 equipas de 4 escalões diferentes e seguem em frente. Amora, dos Distritais, Estrela de Vendas Novas e Praiense, do Campeonato de Portugal, Leixões, da 2ª Liga, e Estoril, da 1ª Liga, foram postos fora da carroça pelo Farense.

Resta ver quem se segue…

 

11 Esperanças na liderança

11 Dezembro 2017

KODAK Digital Still Camera

«Nada nos ensina tanto como o nosso último erro.» – diz Maria do Rosário Vilhena, uma gestora portuguesa de 42 anos de idade.

Eu não concordo. E o Louletano também não!

No passado jogo com o Esperança de Lagos B, o Louletano B infringiu pela 4ª vez (!) o regulamento sobre jogadores formados localmente. Em consequência disso, foram-lhe subtraídos 3 pontos…

Também não concordo com a limitação do número de jogadores chegados do estrangeiro. Cada clube deveria livremente escolher o seu plantel. Mas os regulamentos andam ao sabor das modas…

Quem mais beneficiou com o castigo do Louletano B foi o 11 Esperanças, que assim subiu ao 1º lugar da 2ª Divisão Distrital algarvia… e logo isolado.

Olhanense com entrada de leão

10 Dezembro 2017

foto joao xavier - golo - olhanense-3-casa pia-0

Quem chegou hoje um pouco atrasado ao Estádio José Arcanjo começou logo por ficar chateado: tinha perdido 2 golos!

Na primeira jogada, o Olhanense fez 1-0; e aos 5 minutos já ganhava por 2-0, mó!

O adversário era de respeito: o Casa Pia tem a ambição declarada de subir à 2ª Liga e tem vindo a cumprir no Campeonato de Portugal um percurso muito bom, com a segunda melhor defesa da série E e apenas uma derrota nas 12 primeiras jornadas.

Foi esse Casa Pia imponente que hoje baqueou por 3-0 em Olhão.

Farense encheu a barriga antes de embarcar

9 Dezembro 2017

foto joao xavier - farense-4-almancilense-1

O Farense goleou hoje o Almancilense por 4-1 na antecipação de mais uma jornada do Campeonato de Portugal, com o objetivo de ter mais um dia de descanso antes do desafio nos Açores, para a Taça de Portugal.

Foi uma equipa de futebol corrido, com classe e determinação, que aos 7 minutos abriu o ativo (golo na foto), não levantando o pé do acelerador enquanto não chegou aos 3-0 (antes do intervalo…).

O Estádio São Luís volta a ter as bancadas mais ocupadas, notando-se a alegre movimentação de gente nas redondezas, quando os jogos estão prestes a começar. A capital algarvia tem de novo um Farense à Farense. Um Farense que continua líder.

D. João V e as galinhas…

8 Dezembro 2017

foto direitos reservados - galinha

João V tinha fama de mulherengo. Petiscava tanto por fora que a própria rainha D. Mariana da Áustria sabia e queixava-se de falta de abastecimento.

Um dia, ela confidenciou a problemática ao prior, que prometeu chamar a atenção do próprio rei.

Quando a rainha lhe disse que o prior ia lá almoçar, D. João V mandou preparar uns pratos de galinha.

Logo que o prior abordou o tema das mulheres, D. João V interrompeu: «Deixe isso para amanhã. Venha almoçar outra vez conosco!»

No dia seguinte, o rei mandou servir o mesmo prato de galinha. A cena repetiu-se. «Deixe essa conversa para amanhã. Venha cá almoçar outra vez!»

No terceiro dia, o rei ordenou a repetição da mesma ementa de galinha e o padre não se conteve: «Galinha outra vez???!!!»

«Vêêêê? – sorriu D. João V maliciosamente – Nem sempre galinha, nem sempre rainha!…»

E seguiu a narrativa, como agora se diria. D. João V engravidou, entre outras, 3 freiras. Para as fornicar, mandou mesmo construir uma luxuosa casa perto do convento de Odivelas, com madeiras do Brasil, tetos em talha dourada e penicos de prata.

O povo chamava aos 3 filhos das freiras, com honras de infantes, «os meninos de Palhavã» (um nasceu em 1714, outro em 1716 e o terceiro em 1720)…

A fama do monarca era tão boa no convento, que duas freiras fizeram feitiços para cair nas suas boas graças e acabaram presas, tendo uma sua cúmplice sido degredada para Castro Marim por 3 anos e proibida de regressar a Lisboa…

Os seus biógrafos (que se veem às aranhas para contabilizar o total das amantes…) dizem que o casamento com D. Mariana foi infeliz, sobretudo porque até algumas damas que serviam a rainha faziam serviço extra com o rei…

Esmurrado, pontapeado e estrangulado

6 Dezembro 2017

foto joao xavier - rua sebastiao cordeiro

Esmurrado, pontapeado e estrangulado! Assim foi assassinado há dias, em Loulé, um homem que vivia na miséria. Os 2 assassinos, depois, venderam o carro onde ele pernoitava e dividiram o dinheiro entre ambos!

O crime quase passou despercebido naquela cidade algarvia.

«Não era gente de cá!» – diz-se.

O episódio ocorreu na rua Sebastião Cordeiro, uma rua que desde 1991 homenageia um ilustre professor, pedagogo e escritor louletano que no séc. XVII exerceu a docência em Lagos durante duas décadas.

Antes, esta rua era conhecida como… caminho para a cabecinha do mestre. Agora, pouca gente repara no nome: dizem que é a rua do estádio. Uma rua com uma história triste para contar…

 

Um algarvio a liderar o Eurogrupo

5 Dezembro 2017

Mário Centeno

Vamos ter um algarvio na alta roda da política europeia.

Mário Centeno, nascido em Olhão em 1966, viveu em Vila Real de Santo António até aos 15 anos. Atual ministro das finanças, foi ontem eleito Presidente do Eurogrupo da União Europeia.

Algarvio marafado, criado numa família com a fama de comunista, Mário Centeno tem sido o ministro mais prestigiado do governo liderado por António Costa e sustentado pela chamada geringonça que PCP e BE assinaram para impedir a governação de PSD com CDS.

Tem conseguido bons resultados financeiros e os elogios internacionais atestam a virtude que levou a que lhe chamem o Cristiano Ronaldo das Finanças.

É com orgulho que vamos ter um algarvio na presidência do Eurogrupo. Centeno vai decerto fazer melhor figura que o seu antecessor.

Louletano – 32 – Montenegro – 0

4 Dezembro 2017

foto jornaldoalgarve - montenegro-0-louletano-12

Na 1ª volta do Distrital algarvio de infantis B, o Louletano bateu o Montenegro por 20-0.

Agora, na 2ª volta, ao chegar ao Montenegro para mais um jogo, a equipa do Louletano reparou que o adversário só tinha 6 jogadores para entrar em campo.

Para tentar tornar o desafio minimamente competitivo, o Louletano decidiu então alinhar também com 6 jogadores em vez dos 7 regulamentares.

O objetivo foi malamente conseguido: a vitória por 12-0 foi o resultado final.

Este é mais um episódio a reforçar a desigualdade que impera no futebol infantil. É notória a diferença de capacidades dos clubes e isso repercute-se inexoravelmente nos desempenhos desportivos das equipas.

Esporadicamente, a falha é apenas na qualidade intrínseca dos jogadores. Por norma, o que acontece é que a falha é dos dirigentes e dos treinadores, seja a nível organizativo, seja a nível de treino, seja a nível de empenhamento.

É verdade que uns competem para fazer desporto e outros competem com outras ambições. Difícil é, ao que parece, tornar os campeonatos mais homogéneos…