Archive for the ‘Editorial’ Category

Farense – a defesa menos batida de Portugal

22 Janeiro 2018

 

foto joao xavier - golo do farense em moncarapacho

A bola já lá vai, para mais um golo do Farense: foi ontem, em Moncarapacho, com bilhetes a 10 euros e uma enchente invulgar no velho campo da Torrinha.

O Farense, que ganhou por 3-1, segue imparável no comando dá série E, com 46 pontos em 17 jogos, coisa que mais nenhuma outra das 80 equipas do Campeonato de Portugal conseguiu até ao momento.

Com apenas 5 golos sofridos, o Farense é, aliás, a equipa menos batida de todos os campeonatos nacionais seniores portugueses (1ª Liga, 2ªLiga e Campeonato de Portugal)! Ao todo, 118 equipas!…

Anúncios

11 Esperanças já com 7 de avanço

21 Janeiro 2018

foto joao xavier - 11 esperanças - monchiquense

O 11 Esperanças está na melhor fase da temporada e goleou ontem o Monchiquense por 4-1, disparando na liderança da 2ª Divisão Distrital algarvia.

Em fase descendente está o Louletano B, que, depois de ter liderado a prova, foi ontem goleado pelo Marítimo Olhanense por uns incríveis 5-2.

O 11 Esperanças tem agora mais 7 pontos que o Inter de Almancil, 2º classificado.

Na cauda classificativa, o Mentes do Desporto somou a derrota nº 14 em 14 jogos!

Triste realidade da capital algarvia é a iluminação do campo do complexo desportivo da Penha. Parece um campo de treinos, sem qualidade mínima para a disputa de jogos oficiais à noite…

Dois sessenta e noves no quintal

20 Janeiro 2018

foto joao xavier - faro benfica - lagoa

Com as águas da Ria Formosa a chapinharem ali ao lado, o jogo de hoje na Horta da Areia (campo a que muitos chamam quintal) tinha umas referências interessantes.

Tendo perdido na 1ª volta com o Faro Benfica, o Lagoa visitava esta tarde a capital algarvia desejando «acertar as contas».

Era à partida um verdadeiro jogo de antagónicos: na jornada anterior, o Lagoa goleou o líder e o Faro Benfica perdeu com o lanterna vermelha.

Em campo, num desafio «quente», estiveram curiosamente 2 jogadores com o nº 69 (Suga pelos da casa e Afonso pelos forasteiros).

O Lagoa chegou a estar a ganhar por 2-0 e pensou ter as contas acertadas. Contudo, mesmo jogando 11 contra 10, permitiu ao adversário a chegada ao empate (2-2).

Ao mesmo tempo, o Ferreiras recompôs-se do descalabro da semana passada e voltou às vitórias.

Já não falta muito para terminar a primeira fase e repetirmos jogos de gente que está farta de defrontar sempre os mesmos adversários…

Alimentação contra o frio

19 Janeiro 2018

foto joao xavier - oleo de figado de bacalhau

Pena é que as modas «light» esqueçam as necessidades fisiológicas inerentes às diferentes estações do ano. Por exemplo, em nome de uma silhueta elegante, cortam-se nas leguminosas.

De tempos a tempos, há necessidade de alertar as pessoas para o valor supremo que na nossa vida é a saúde. Um valor muito acima da elegância.

A nossa defesa contra o frio inclui, em termos alimentares, 5 regras:

  1. Tome óleo de fígado de bacalhau, que fornece vitamina D e reforça o sistema imunitário;
  2. Beba água frequentemente, em poucas quantidades e contrariando a falta de sede, para não desidratar e para expulsar toxinas;
  3. Beba chá quente e leite quente, para fornecer diretamente calor ao sistema digestivo;
  4. Coma leguminosas que são calóricas (feijão e grão de bico, sobretudo) e citrinos (que fornecem vitamina C);
  5. Coma sopas quentes, diversificadas e com muitos vegetais, para fornecer ao organismo hidratos de carbono e azeite.

O portugal terceiromundista está no auge

18 Janeiro 2018

foto jornaldocentro - incendio em vila nova da rainha

Já são 9 os mortos.

Na Associação Cultural Recreativa e Humanitária de Vila Nova da Rainha, Tondela, (num edifício construído em 1990), estavam 60 pessoas a jogar à sueca. Quando o calor da salamandra incendiou o teto de poliuterano, a sala encheu-se de fumo negro e as pessoas, em pânico, atiraram-se escadas abaixo aos trambolhões.

A porta de fuga abria para dentro e, obviamente, nem barras antipânico tinham…

Um jornalista perguntou ao presidente:

«Tinham extintores?»

«Não. Talvez devessem existir, mas nunca nos passou pela cabeça uma coisa destas!»

«Tinham seguro?»

«Só tínhamos seguro do recheio. Do edifício, não.»

Este é o portugal terceiro-mundista que temos. O portugal pequenino de gente pequenina, sem dirigentes responsáveis, sem fiscais responsáveis, sempre confiantes que tudo há de correr bem.

Este é o portugal do séc. XXI. O portugal pequenino dos infernos construídos, com supergabarolas cantando e rindo.

A devassa da vida privada

17 Janeiro 2018

super nanny

No ano 2008, a Unicef considerou que a matriz do programa Super Nanny é um atentado contra os direitos da criança. Contudo, em 2018, a SIC avançou com a versão portuguesa.

A devassa da vida privada é uma vergonha.

Uma mãe vê-se à rasca com os comportamentos da filha de 7 anos e permite que a televisão filme e publique.

Obviamente, está deflagrada a polémica.

A criança é a principal prejudicada. Tirando uma ou outra dica que possamos aproveitar, a essência do programa é deveras reprovável.

Valem as audiências. E, neste como em outros casos, o «vale tudo» dos novos big brothers está acima das críticas.

É verdade que cada vez temos mais tiranos e miniditadores em casa. Mas esse é um problema que, tendo causas dentro e fora das famílias, é apenas mais um sinal dos tempos que correm, de uma sociedade cada vez mais doente e desequilibrada, abdicando de valores ancestrais e criando novos protagonistas para ofuscar frustrações…

Bosta, esterco, trampa, latrina ou merda?

16 Janeiro 2018

in espaço livre jô pinto

Outro episódio interessante protagonizado por Donald Trump é o dos atributos com que classificou recentemente alguns países «menores».

A imprensa portuguesa elevou os parâmetros da anedota, ao não conseguir traduzir a palavra «shitholes».

Comecei por ouvir dizer que Trump tinha ofendido alguns países de migrantes chamando-lhes bosta. Depois, esterco. Depois, latrinas. A seguir, trampa. Umas horas mais tarde, merdosos. E ainda há pouco, porcaria.

Só isto dá vontade de rir.

Eu sei que o tuga não é exclusivo deste anedotário. Um senador dizia que «Trump usou uma palavra que não podemos pronunciar em nossa casa ao pé das crianças»!…

O que vale é que de coisas sérias também podemos rir um bocado…

Um sismo alentejano sentido no Algarve

15 Janeiro 2018

foto cm arraiolos

Hoje, às 11h 52m, senti um abanico. Foi o sismo que teve epicentro 6 Km a nordeste de Arraiolos (perto da Aldeia da Serra), a 11,8 Km de profundidade, com a intensidade de 4,9 graus na escala de Richter.

No Alto Alentejo, alguns edifícios públicos foram evacuados.

Depois de 1961, só houve em Portugal Continental 17 sismos com intensidade igual ou superior a 4,3 graus, o que dá para percebermos que o sismo de hoje não foi um sismo banal.

Na mesma falha geológica da zona de Ossa – Morena, já ocorreram 6 réplicas, depois do sismo das 11h51m.

 

Um Kompensan alentejano para o Farense

14 Janeiro 2018

KODAK Digital Still Camera

«Acabou-se o sonho do Jamor, mas nunca o nosso amor!!!» – proclamou a claque do Farense, esta tarde, na receção ao Moura, que configurou o regresso ao Campeonato de Portugal como única prova em que o Farense compete até ao final da época.

Aos 12 minutos, os leões de Faro tomaram um Kompensan, para esquecer o das Caldas. E por aí se ficaram. Deu para ganhar e isso é que interessou: mais 3 pontos, à procura do outro sonho: o regresso à 2ª Liga.

A jornada foi um bocado aziaga para as outras equipas algarvias: se o Almancilense não tivesse ganhado ao Olhanense, só o Farense teria somado os 3 pontos do 14º dia de 2018.

11 Esperanças pragmático em Bensafrim

13 Janeiro 2018

foto joao xavier - bensafrim e o marco geodésico

O escândalo do dia no futebol algarvio foi a monumental abada de 5-1 que o Lagoa infligiu esta tarde ao líder Ferreiras, na 1ª Divisão Distrital.

O Ferreiras cumpriu as 15 primeiras jornadas sem perder!

Contudo, pela positiva, merece destaque a vitória que o 11 Esperanças foi conquistar em Bensafrim, contra o Odiáxere (2º classificado), por 2-0.

A visita ao sudoeste teve acompanhamento de muitos adeptos farenses e, ao que se vê, o 11 Esperanças está mesmo empenhado na luta pelo regresso ao escalão de onde caiu há 8 meses.

Para já, não há vento nem frio que o detenha… e comanda isolado com 33 pontos, 11 vitórias e duas derrotas, 29 golos marcados e 12 sofridos.