Archive for the ‘Editorial’ Category

O marco geodésico do Cavaco

8 Março 2016

foto joao xavier - marco geodésico do cavaco-68m

Hoje, que Cavaco Silva termina duas décadas de poder em Portugal, decidi subir ao marco geodésico do Cavaco!
O marco geodésico do Cavaco situa-se a 68 metros de altitude, perto de Tavira.
Temos de tomar a estrada que sai de Tavira para Asseca junto à margem direita do rio Gilão e, logo que encontramos do lado direito um poço em ruínas, tomamos o caminho do lado oposto.
Passamos pouco depois pelas estruturas abandonadas de uma antiga pedreira e aí subimos o monte para a contornar. Chegados ao topo do precipício, continuamos a subida da elevação e vamos descobrir o marco geodésico do Cavaco sob umas linhas elétricas de média tensão.
A caminhada, esforçada no troço final, mostra-nos a ocupação esvaziada dos campos, que são percorridos por um rebanho.
Aproveitei para, antes, percorrer a urbanização da Quinta de Perogil (mesmo ao lado) e deliciar-me com a paisagem que dali se desfruta sobre Tavira e o Gilão.
Faça como eu.

Algarve Cup mais fraca em 2016

7 Março 2016

foto joao xavier - portugal-nova zelandia

Com 3 derrotas em 3 jogos, a seleção feminina de Portugal vai disputar os 7º e 8º lugares da Algarve Cup 2016.
Fui hoje ver o jogo com a Nova Zelândia (derrota por 1-0), onde um único espetador gritou de tempos a tempos «Portugal, Portugal, Portugal». A ridícula singularidade da entoação mostra bem a qualidade e a popularidade da formação portuguesa por estas bandas.
A Algarve Cup perdeu este ano espetacularidade. Baixou o número de seleções presentes (de 12 para 8) e pôs a seleção lusa a competir com outras bem superiores, com uma vantagem: acabou com a bizarrice de estar impedida de ganhar o torneio (nas edições anteriores os participantes do seu grupo eram menosprezados e disputavam posições de cauda).
Na jornada final, no próximo dia 9, o Brasil vai à Final com o Canadá.

Louletano regressa ao Estádio Algarve

6 Março 2016

foto joao xavier - louletano-lusitano

O Louletano está de regresso ao Estádio Algarve, o que se saúda.
Notoriamente envelhecido, o maior estádio algarvio foi esquecido na edição desta época da Algarve Cup e disso mesmo se aproveitou o Louletano, para agora utilizar o belo recinto.
O jogo de hoje iniciou-se com 7 minutos de atraso, por falta de comparência atempada da GNR. Depois, a equipa de Loulé impôs-se e facilmente chegou aos 2-0, reduzidos para 2-1 antes do intervalo, fixando depois o resultado em 3-1, com consolidação da liderança na série H.
O Campeonato de Portugal utiliza um formato estúpido em que as equipas que deixam de lutar pela subida jogam 4 vezes entre elas no mesmo campeonato.
Neste caso, o Louletano voltou a receber o Lusitano vilarrealense, que na 1ª fase ganhara em Loulé por 1-0, em outubro passado.

Um deputado em cuecas

4 Março 2016

foto homem gouveia - José Manuel Coelho despindo-se

Já andávamos com saudades da criatividade do deputado regional madeirense José Manuel Coelho e não perdemos pela demora.
Ontem, o pobre pôs-se em cuecas em pleno plenário da Assembleia Legislativa Regional.
O que motivou a abandono das vestes foi uma condenação em tribunal. Obrigado a pagar 106 mil euros, com subtração mensal de 700 euros ao seu ordenado, Coelho insurgiu-se oferecendo as roupas e saindo para a rua só com chapéu, cuecas de gola alta e chapéu…
Muito do que vamos vendo parece ser o fim do mundo em cuecas. Esperemos agora que a decisão judicial faça jurisprudência e alguns deputados nacionais sejam condenados a indemnizações de 100 mil euros pelo uso de linguagem similar à deste deputado regional…

Monchique sem o Mc Donald’s

3 Março 2016

Foto Jornal de Monchique - MacDonald nas Caldas

Monchique está a evoluir! Já tem um Intermarché, agora vai ter um Mc Donald’s! – dizia-me um internauta ávido consumidor de notícias prontas a consumir.
Não, Monchique não vai ter um restaurante Mc Donald’s: o que aconteceu foi que perto das Caldas de Monchique o Longevity Wellness Resort pifou e em seu lugar vai abrir em breve um novo resort chamado MacDonald Monchique Resort & Spa.
A montanha mais sagrada do Algarve tem vindo a conseguir construções que lhe vão alterando o perfil de zona em decadência (a nível demográfico). A vila tem modificado pequenos espaços, as estradas ganharam qualidade e a animação comercial e cultural ganhou nova vida.
Os bons ares monchiqueiros atraem muitos reformados, mas o emprego continua a ser deficitário. Monchique continua a sentir no quotidiano a distância do litoral.
É tudo uma questão de mentalidade. Em Monchique vive-se bem. Mesmo sem Mc Donald’s.

Rodrigo Lapa – apenas mais um

2 Março 2016

foto tvi - célia barreto

Os noticiários televisivos portugueses fizeram hoje diversas ligações em direto para o Algarve, para acompanharem investigações que a Polícia Judiciária fez na casa de Célia Barreto, mãe do jovem que foi encontrado morto perto de Portimão.
Rodrigo Lapa, de 15 anos de idade, vivia com o pai desde que a mãe abandonara o lar, mas há mais de um ano mudou-se para a casa da mãe, na zona do Malheiro. Em má hora o fez. Dado como desaparecido em 22 de fevereiro, foi hoje encontrado morto por estrangulamento, perto da residência.
O padrasto, brasileiro, partiu para o Brasil precisamente nesse dia.
Há pormenores desta estória que fazem criar suspeitas, mas a polícia ainda não revelou nada.
O certo é que, depois dos casos da Joana Cipriano e da Madeleine McCann, este caso de extrema ruindade contra o Rodrigo Lapa é mais um que mancha o panorama da proteção que é devida aos mais novos.
Se passarmos para norte do Vascão, muitos mais são os crimes que se cometem contra crianças e jovens. Ainda no mês passado, uma mãe afogou as duas filhas no rio Tejo.
Temos uma sociedade podre e vamos continuar a perceber isso pelos crimes com que desgraçamos os nossos putos.

A polémica da eutanásia

1 Março 2016

foto joao xavier - seringa

A bastonária da Ordem dos Enfermeiros disse que «a eutanásia já é praticada nos hospitais públicos». Pelos vistos, basta administrar uma dose (in)conveniente de insulina.
Perante a polémica que a sua frase fez estalar, Ana Rita Cavaco, nos seus ainda verdes 39 aninhos, já veio dar o dito por não dito e afirma que não conhece nenhum caso concreto. Por causa da imponderação, já tem em cima uma inspeção do ministério da saúde, um inquérito do ministério público e uma chamada urgente ao parlamento.
Há nesta problemática uma situação que não é eutanásia: deixar morrer quem já só sobrevive dependente de máquinas que não lhe dão qualidade de vida.
Outra situação, bem diferente, é pôr termo à vida de alguém com base em preconceitos às vezes extemporâneos, às vezes desmedidos e às vezes oportunistas.
Diz hoje no JN um enfermeiro que desde os anos 70 do século passado as eutanásias são praticadas em Portugal… até com injeção de ar nas veias… «normalmente com pessoas idosas, sem apoio e sem qualquer esperança»…
É deste submundo que a gente tem medo…

5 graus negativos no Algarve!

29 Fevereiro 2016

foto joão xavier - vila real de santo antónio

Tem feito muito frio, pois tem! Diz um provérbio que «o que janeiro esquece fevereiro traz».
No mês de fevereiro de 1956, uma grande corrente de ar frio vindo da Islândia chegou à Península Ibérica com uma força nunca mais igualada.
O pior foi nos dias 11 e 12 de fevereiro de 1956, quando os termómetros baixaram a 16 graus negativos em Arouca e 14 graus negativos na Serra da Estrela.
Mais tarde, no dia 14 de fevereiro de 1956, os termómetros registaram 5 graus abaixo de zero em Vila Real de Santo António!
No Algarve, a onda de frio ficou na memória de quem por cá já andava. No Correio do Sul, Mário Lyster Franco escreveu em 16 de fevereiro de 1956:
«Tanto frio, Santo Deus! Tanto frio fustigando o nosso Algarve, martirizando o Mundo! Principalmente os pobres de todo o Mundo!
Quando, no Algarve, a não ser agora, o termómetro marcou graus negativos?!
Com frio assim não se pode trabalhar! (…)»
Em 23 de fevereiro de 1956, continuava:
«Segue e continua o frio. (…) Começaram a proliferar as teorias e a mais avançada entre as mais audaciosas é aquela que nos afirma que estamos sob a acção directa do hidrogénio e do hélio, os gases mais leves da química universal.»
Passada uma semana, o tema continuava na ordem do dia:
«Renasce a esperança de que, com o fim de Fevereiro, a friagem desapareça.»

Vida nova para a Estrada Nacional 2

28 Fevereiro 2016

foto joao xavier - obras na estrada nacional 2

Está a ganhar envolvimento o projeto de criação de uma união de municípios da Estrada Nacional 2.
A mítica estrada que liga Chaves a Faro é a maior da Europa e foi desprezada durante as últimas décadas do séc. XX, em favor de novas vias com mais largura e menos curvas.
A Estrada Nacional 2 é a minha estrada preferida. Ali vive-se um ambiente diferente, de paz e natureza. São muitos os pontos onde podemos parar e caminhar por caminhos e veredas florestais ou por velhos povoados rurais.
É fácil perceber este meu gosto, pelos artigos que tenho publicado sobre a Estrada Nacional 2. Basta escrever Estrada Nacional 2 no motor de busca do Marafado e vê o índice desses posts. Ali consegue mesmo encontrar uma investigação que eu fiz sobre a cronologia da construção dos troços algarvios e publiquei em 25 de fevereiro de 2010.
Consta que a Câmara Municipal de Faro deseja colocar em Faro uma placa com a indicação do acesso a Chaves.
Venha a criatividade e promova-se a Estrada Nacional 2. Ficamos todos a ganhar.

Chover no molhado

27 Fevereiro 2016

foto joao xavier - vila do bispo

O depósito da água de Vila do Bispo foi durante décadas como que o ex-libris daquela pequena vila barlaventina.
Hoje em dia, continua a resistir aos tempos e aos temporais, mas com marcas notórias: o telhado há muito deveria ter beneficiado de obras de reparação.
Ali chove dentro! Mas, como aquilo é um reservatório de água, poderemos dizer que ali chove no molhado.
Pode não haver um problema de funcionalidade. Contudo, há ali um problema de desmazelo: aquela construção municipal é um ponto de referência para os olhares de quem visita a vila e dá uma imagem de negligência que poderia ser facilmente evitada.
Arranjem o telhado e pintem aquilo. Ou derrubem-no.


Seguir

Get every new post delivered to your Inbox.

Junte-se a 32 outros seguidores