Archive for the ‘Editorial’ Category

As cativações e a austeridade

13 Julho 2017

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Quando governou a «direita», a austeridade foi tema quotidiano para o poder e para a oposição.

Agora que governa a «geringonça», descobrimos afinal que a austeridade mudou de nome e chama-se «cativação».

A saúde oficial, por exemplo, vai tendo rutura de stocks a todo o instante, a par com a falta de pessoal. Porquê? Basicamente, porque o ministério ordenou cativações de despesas…

Eu há muito que tinha percebido que a austeridade continuava. Pelos cortes nos rendimentos, pelas falhas nos serviços públicos, pelos congelamentos da progressão das carreiras, etc..

O povo, obviamente, está a lixar-se para tanta austeridade e vai remediando as sensações de empobrecimento cortando nas poupanças (os índices de poupanças dos tugas nunca foram tão baixos…).

Reparem só nesta jovem que eu fotografei numa praia algarvia. Até já lhe cativaram parte do tecido…

Não vale a pena chorar: assim até absorve mais vitamina D…

 

Anúncios

Corrupção tuga com cotação internacional

12 Julho 2017

foto joao xavier - cidade dos pequeninos

Uma consultora, a Ernst & Young, considera Portugal o 5º país mais corrupto do mundo!

Não temos, obviamente, dados que nos permitam dizer que o país X ou Y é mais corrupto que Portugal. Mas um estudo destes não cai do céu aos trambolhões.

O que sabemos é que o cantinho à beira-mar plantado tem muita gente sabida e muita gente a querer amanhar-se à pala do alheio.

Recentemente, tivemos no Algarve uma overdose de notícias sobre uma investigação feita em Pera: um casal ter-se-á abotoado com mais de 90 mil euros, aproveitando a gestão de uma instituição de solidariedade social.

Episódios mais ou menos ridículos também vão aparecendo na imprensa, seja com agentes das forças de segurança seja com pessoal das autarquias locais.

Uns vendem-se por uma nota, outros sujam-se por uma fortuna.

Há de tudo, porque a moral já teve melhores dias.

 

A Soalheira escondida

11 Julho 2017

foto joao xavier - soalheira escondida

De repente, você quer virar à direita, mas não sabe para onde vai. A placa está ali… mas a alfarrobeira também!

As árvores gostam de crescer… e, no caso das alfarrobeiras, o crescimento é sempre bem vindo, pois a produção de alfarrobas aumenta e a capacidade de absorção do carbono também!

Há ali, contudo, um problema. Um problemazito…

As alfarrobeiras crescem mais depressa do que seria conveniente para os serviços que gerem as nossas estradas!

Crescem tão depressa que os serviços não têm capacidade de resposta!

A placa em causa situa-se em São Romão (concelho de São Brás de Alportel) e indica a direção para a Soalheira.

Não é uma placa muito necessária: no Algarve, para apanharmos uma soalheira não temos de ir até à Soalheira…

 

A epopeia lusa no Euro 2016

10 Julho 2017

eder golo na final do euro 2016

10 de julho de 2016 – há 1 ano.

Portugal conquistou pela 1ª vez o título de campeão europeu de futebol sénior.

Rever muitas das imagens da epopeia ainda é motivo para arrepios.

Há memórias para não esquecer.

Portugal não ganhou os 1ºs jogos da fase final. Empatou 1-1 com a Islândia, que era vista como a equipa mais «verdinha» do Euro. Empatou 0-0 com a Áustria, «porque» Cristiano Ronaldo falhou um penalti. Empatou 3-3 com a Hungria com os húngaros a atirarem a bola ao poste no final do jogo. Ganhou 1-0 à Croácia no prolongamento, começando, aí sim, a mostrar que tinha cabedal para mais. Ganhou nos penaltis à Polónia, num jogo impróprio para doentes cardíacos em que a estrela foi o guarda-redes Rui Patrício. Ganhou 2-0 ao País de Gales (ninguém percebe como é que os galeses chegaram às meias-finais!). E na Final, contra a França, foi sem Cristiano Ronaldo em campo que chegou à vitória no prolongamento, com um golão de Éder.

Valeu a pena ser racional. Valeu a pena abdicar de exibições cacarejantes.

Valeria a pena, mais não fosse, para ver a cara de tacho de François Hollande, então presidente de França, quando a seleção lusa passou por ele para receber o troféu e as medalhas de ouro.

Mas valeu bem a pena para mostrar a toda a gente a força do futebol, a alegria do futebol, a vida do futebol, esse desporto que me cativou tinha eu 10 anos e não vai nunca largar-me.

 

O incentivo ao consumo de água

9 Julho 2017

foto joao xavier - recibo da água

Podem vir argumentar com a seca e com a finitude dos recursos hídricos. Podem vir argumentar com os custos da canalização e da desinfeção das águas. Mas o que as nossas autarquias fazem é incentivar o consumo da água!

O exemplo que aqui trago hoje é sintomático: um recibo da água com zero consumo faz o cidadão pagar mais de 10 euros! Se o mesmo cidadão consumir 1 metro cúbico da água, acrescenta cerca de 50 cêntimos à fatura!

É fácil percebermos, portanto, que não é o consumo de água que nos encarece a fatura mensal: o que nos encarece a fatura é o arraial de taxas que temos de pagar… consumamos água ou não!!!

Assim vai o reino dos saques e das contradições.

Marcos da nossa vida

8 Julho 2017

foto joao xavier - marco geodésico do cerro do enho - 153m

De tempos a tempos, a vida coloca-nos pontos finais, geralmente quando menos esperamos.

Na sua habitual crónica no Expresso, o Dr. José Gameiro conta-nos a estória de uma cirurgiã que teve de operar à pressa um médico acidentado com o fígado fraturado.

Com a pressa, nem olhou para a cara do paciente.

Era o seu ex-marido, pai do seu único filho.

Finda a cirurgia, a médica pegou no carro, saiu da cidade e só parou junto a um marco geodésico.

«(…) parecia que estava a ouvir as palavras dele, aqui vai ser, para sempre, o nosso centro do mundo, todos os anos havemos de cá vir comemorar.»

Os marcos geodésicos são mais do que simples marcos. São símbolos de vida e pontos privilegiados. Deles fazemos (podemos fazer) pontos de referência na nossa vida.

Recomendo vivamente a leitura da prosa de qualidade de José Gameiro (e a que vai sair na próxima semana)… E passe, você, amigo leitor, a olhar os marcos geodésicos com outros olhos.

 

Já temos a Champions e a Liga Europa no Algarve

6 Julho 2017

foto joao xavier - liga europa no estadio algarve

Um sonho dos adeptos do futebol do Algarve é termos na nossa região jogos da Champions e da Liga Europa. E já temos!

O Estádio Algarve, que já tinha tido jogos do Mundial e do Europeu de Futebol, além de muitas outras competições, recebeu um jogo da Champions no passado dia 4 (o Europa FC – The New Saints) e hoje estive a ver um jogo da Liga Europa (o Lincoln – AEK Larnaka, que terminou empatado 1-1).

Tudo se passa porque a UEFA já não autoriza jogos destas competições nos estádios gibraltinos (enquanto não tiverem as condições exigidas).

Pena é que, mais uma vez, as autarquias de Loulé e Faro não promovam estes eventos desportivos que, devidamente publicitados, aqui trariam muita gente.

Há quem tenha uma galinha dos ovos de ouro mas ainda não se tenha apercebido!…

 

Obras na EN 125… ainda…

5 Julho 2017

foto joao xavier - obras na en125 - jun2017

Qualquer leigo em matéria de engenharia percebia que as obras na Estrada Nacional 125 não estariam concluídas ao iniciarmos o atual mês de julho.

A previsão, obviamente, comprova-se. Muito há ainda por fazer, apesar de o Algarve estar a abarrotar de viaturas, com a invasão de turistas e visitantes.

O que falhou foi o lado político da requalificação, mas não só: a organização dos trabalhos, às mijinhas e sem o devido respeito por quem circula na estrada, tem sido lamentável.

À primeira vista, parece que a única obra que tem decorrido com condições 5 estrelas é a difícil destruição e reconstrução dos viadutos de Maritenda e Fontaínhas.

A construção de algumas rotundas é muito positiva. Os melhores exemplos são os de Vale Serves (Ferreiras) e Vilamoura. Mas até aí as obras pecam por tardias, pois os anos e anos de trânsito mal gerido nos velhos entroncamento e cruzamento são uma vergonha para quem tinha poder de decisão e deixou manter aqueles troços sem nexo.

 

Aljezur amarelinho

4 Julho 2017

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

José Amarelinho, atual presidente da Câmara Municipal de Aljezur, condenado a perda de mandato e a uma pena de prisão, viu ontem confirmada a decisão judicial, no Tribunal da Relação de Évora.

Acusado de prevaricação e favorecimento de amigos em processos de licenciamento de obras, o autarca aljezurense é mais um a cair neste rol de suspeitas que por si só descredibilizam a política local.

A vivacidade da costa vicentina está amarelecida.

 

Só sem CR7 é que Portugal conquista medalhas

3 Julho 2017

foto jorge amaral - portugal na copa das confederações

Ontem a seleção portuguesa de futebol mostrou mais uma vez que prescinde facilmente do especialista em mulheres de aluguer: depois de ter conseguido o título de campeão europeu sem o craque, ontem conquistou a medalha de bronze da Taça das Confederações enquanto o «CR3» dava biberão a mais 2 filhos sem mãe…

É preciso sabermos interpretar isto, sobretudo diante de determinados fanatismos que querem intoxicar-nos com a ideia de que Cristiano Ronaldo é indispensável na seleção.

O craque madeirense é realmente um jogador do melhor que há. Mas está longe de ser indispensável.

A seleção portuguesa não precisou dele para conseguir ganhar à França na Final do Euro 2016 (em que Éder marcou o golão que nos tornou pela primeira vez campeões europeus) nem ontem, para irmos buscar a medalha de bronze de uma prova oficial com as melhores seleções dos 5 continentes.

Pior ainda: CR argumentou que queria ir ver os seus 2 novos filhos que vai criar sem mãe, mostrando que o espírito de equipa deixa ali muito a desejar. Qualquer pessoa com 3 dedos de testa percebe que a desculpa pega mal e não caiu bem. Não era por mais 3 dias de espera que a vontade explodia, obviamente.

Portugal, com o algarvio João Moutinho a jogar, conquistou ontem mais um honroso lugar num pódio internacional.

Cristiano Ronaldo é o jogador mais internacional e o que mais golos marcou pela seleção… mas sem ele estar a jogar é que Portugal se sagrou campeão europeu e conquistou a medalha de bronze da Taça das Confederações.

São dados que ficam para a História.