Archive for the ‘Futebol’ Category

Luta titânica na 2ª Divisão Distrital

23 Outubro 2017

foto joao xavier - amancilense b - inter

A 2ª Divisão Distrital algarvia está a ficar em ponto caramelo.

No passado fim de semana, o Louletano B apanhou na liderança o Odiáxere, formando com o Inter de Almancil e o Guia o quarteto do comando.

Conforme eu cedo previ, o Louletano B é uma das melhores equipas e provou-o de modo indubitável, ao vencer o Odiáxere… em Odiáxere. Esta equipa tinha por vitórias os jogos antes disputados, o que indicia ainda melhor o mérito do team orientado por Pitico.

O desafio que fui ver foi o berby de Almancil. O Inter de Almancil, patrocinado pela Quinta do Lago, ganhou por 2-1 ao Almancilense B, num terreno onde costuma jogar em casa, mas onde no sábado jogou «fora». É uma formação onde pontifica Ruben Trindade (ex- Algarve CF) e nota-se muito poder atlético e muita gana de vencer…

 

Anúncios

Igor Landim – com o Algarve no currículo

22 Outubro 2017

foto joao xavier - igor landin

Hoje, no jogo Olhanense – Moura, tive o prazer de reencontrar um guarda-redes que já viveu no Algarve: Igor Landim.

Jogou no Algarve United há 13 anos e depois nunca mais dei por ele.

Soube agora que o Igor depois de ter brilhado no Algarve United já viveu nos Açores. Passou por Quarteirense, Boavista de São Mateus (na Ilha do Pico), Madalena e Lagoa, antes de em 2012/13 ingressar no Moura.

Esta tarde, o Moura perdeu em Olhão e o jogo, muito equilibrado, não primou pela qualidade.

No extremo do sotavento, com as brisas do Guadiana, o Farense cedo se impôs ao Lusitano e acabou por segurar a liderança numa vitória folgada, por 3-0.

 

O peso da lanterna vermelha

21 Outubro 2017

foto joao xavier - sambrasense-esp lagos

Acabado de retornar à 1ª Divisão Distrital algarvia, o Sambrasense cedo recebeu a lanterna vermelha da classificação.

Hoje, recebeu o Esperança de Lagos e até começou por estar em vantagem, mas ao intervalo já estava a perder por 2-1, não aguentando o poderio da artilharia visitante. Acabou por baquear por 3-1 e assumir que a lanterna vermelha tem lugar cativo na serrania.

A problemática das subidas exige dos dirigentes desportivos a formação de plantéis geralmente muito diferentes daqueles que fizeram a festa. O equilíbrio e a gestão das performances é que marcam depois o sucesso ou o insucesso da aventura.

Outra problemática é a posse da lanterna vermelha. Ou uma equipa lhe pega fugazmente ou começa a apossar-se dos seus elementos um sentimento de inferioridade e de fracasso. Feito o diagnóstico, à psicologia desportiva cabe procurar soluções e potenciar as energias anímicas que permitam passar a lanterna para mãos alheias…

 

Kwanzas ainda não dão juros em Portimão

16 Outubro 2017

foto joao xavier - golo no unidos portimao-odiaxere

Com 11 jogadores sentados na bancada, mas nenhum no banco de suplentes! Assim se estreou no futebol algarvio, no passado sábado, o Unidos de Portimão.

O treinador diz que em maio próximo vai festejar a subida de divisão, mas a desorganização que impera nesta fase é tão grande que o Odiáxere puxou os galões de líder e abusou: com 1 minuto de jogo, já ganhava por 1-0, com 4 já fazia o 2-0 e aos 9 já festejava o 3-0…

Grão a grão enche a galinha o papo e o marcador registava 1-7 quando o desafio terminou.

O Odiáxere isolou-se na liderança da 2ª Divisão Distrital algarvia, com 3 vitórias nos 3 primeiros jogos e tem 5 perseguidores a 3 pontos de distância, mas (atenção!) há duas equipas que só têm vitórias nos 2 jogos disputados: Almancilense B e Louletano B.

Brilho do Farense ofusca o Estoril

15 Outubro 2017

foto joao xavier - golo farense-1-estoril-0

Bola na rede… e estava feito o golo da vitória do Farense, hoje, contra o Estoril.

A festa da Taça de Portugal fez-se ouvir no Estádio São Luís, com aquilo a que chamam «Tomba-gigantes». Uma ilusão: o Estoril, da 1ª Liga, não fez hoje mais do que fazem algumas equipas rascas do Campeonato de Portugal que jogam apenas para não descerem aos Distritais. Até cãibras tinha, com uma hora de jogo…

Uma diferença se fez notar: é que muitas equipas que visitam o Algarve primam por uma postura de desportivismo, mas o Estoril agrediu um árbitro assistente e praticou jogo com brutalidade (que lhe acarretou um cartão vermelho).

O Farense segue para a 4ª eliminatória com o Portimonense, que suou as estopinhas para no Alentejo eliminar o Moura.

O Benfica em apertos

14 Outubro 2017

KODAK Digital Still Camera

O Benfica jogou hoje no Estádio Algarve com o Olhanense, para a 3ª eliminatória da Taça de Portugal.

Ganhou.

Mas deu um gostinho especial ver os encarnados apertados por algumas acções de pressing algarvio, nos últimos minutos.

Ganhou por 1-0 e não disfarçou o mau momento que atravessa…

 

No Mundial com menos habitantes que o Algarve

11 Outubro 2017

cia factbook - mapa da islandia

O futebol vai voltar a escrever uma página histórica na fase final do Mundial: ontem, foi pela primeira vez apurada a seleção de um país com menos de 1 milhão de habitantes!!!

A protagonista desta epopeia é a Islândia, com… 340 mil habitantes, muito menos que os do Algarve (mais de 460 mil)!

O atual record pertence a Trinidad e Tobago, que em 2006 esteve na fase final de um Mundial de futebol, com 1 milhão e 300 mil habitantes… e ainda na noite passada eliminou os superpoderosos EUA.

A proeza da Islândia, digna de apurado estudo, decorre de um grande investimento em estruturas aquecidas e na formação desportiva dos jovens… e galvaniza os islandeses, mas não só.

Por norma, temos a tentação de pensar que o facto de um país ter vastos milhões de habitantes facilita o bom desempenho no futebol. Contudo, os resultados não confirmam essa ilação.

O Algarve, que certas cabecinhas grandes com poucos neurónios tentam menosprezar pela dimensão, vai sendo chamado a comparações interessantes…

 

A 1ª vitória da História de Gibraltar – no Algarve

10 Outubro 2017

foto joao xavier - gibraltar-1-macedonia-0 sub21

O Estádio Algarve viveu hoje um dia histórico: Gibraltar conseguiu esta tarde a 1ª vitória!

O jogo, a contar para a fase de qualificação do Europeu Sub-21, entre Gibraltar e Macedónia, terminou com uma seleção gibraltina a ganhar pela primeira vez os 3 pontos de uma vitória.

Pelo fraco desempenho da equipa do leste europeu, adivinhava-se a possibilidade de termos História ao vivo. E aconteceu.

A par com este desempenho dos mais jovens, a seleção A de Gibraltar terminou hoje a fase de qualificação para o Mundial de Futebol só com derrotas. Mas a perspetiva é de que a curto prazo o pequeno território ainda britânico na Península Ibérica comece a melhorar o desempenho.

O Estádio Algarve escreveu hoje mais uma página bonita na História do futebol internacional – que ninguém o esqueça.

 

Farense – barrigada de golos ao almoço

9 Outubro 2017

KODAK Digital Still Camera

O Farense recuperou ontem o comando da série E do Campeonato de Portugal.

Jogando à hora do almoço, tratou de encher a barriga…

A dose reforçada de 5 golos contra o Ideal dos Açores foi uma barrigada que traz às memórias dos farenses tempos recuados em que os alvinegros presenteavam os seus adeptos com goleadas de saciar o apetite.

O que facilitou o regresso à liderança foi a derrota do Olhanense em Lisboa, diante do Oriental, provavelmente por muitos jogadores estarem já a pensar no jogo da Taça com o Benfica, no Estádio Algarve. Se jogar no Estádio Algarve é por si só uma honra, estar em campo com os encarnados deve ser um tanto ou quanto estratosférico…

 

Louletano brazuca com estreia de arromba

8 Outubro 2017

KODAK Digital Still Camera

Depois de ter sido casa do Algarve CF durante a temporada transata, o parque desportivo de Salir volta a ter vida na presente época, agora a servir de casa à equipa B do Louletano, uma das favoritas da 2ª Divisão Distrital da Associação de Futebol do Algarve!

O Louletano apresenta um plantel de grande qualidade, treinado pelo veterano Pitico e capitaneado por Paulo Pereira, um defesa ribatejano que se revelou no Algarve CF.

O projeto resulta de um contrato de 2 anos com a Brazuca Soccer e parece bem encaminhado.

No jogo de estreia, começou por estar a perder por 1-0 com o Padernense, mas em 15 minutos virou para 3-1. Ao intervalo, estava a ganhar por 3-2 e já todos os espetadores tinham percebido que os novos paradigmas do futebol distrital estão a trazer ao Algarve jogadores de qualidade que não estávamos habituados a ver senão nas equipas que jogam nos nacionais.

Depois, para chegar a um inimaginável 7-2 bastou dar tempo ao tempo…