Algarve com cidades poluídas

17 Maio 2018

Foto João Xavier - Tubo de escape

Segundo um relatório referenciado pela revista Sábado, 3 cidades algarvias estão entre as 15 mais poluídas do nosso país.

São elas: Portimão, Albufeira e Faro.

A pesquisa de partículas inaláveis PM 2.5, que podem infiltrar-se no organismo humano e deteriorar os sistemas cardíaco e respiratório, estabelece que acima de 10 microgramas é um valor perigoso.

Lamentavelmente, em registos efetuados em Portimão foram detetados 13 e em Albufeira e Faro… 12.

Muito há a fazer em termos de controle e desvio do tráfego rodoviário, de modo a diminuir o teor de poluentes em zonas críticas e em horas de ponta…

Esperamos que os nossos autarcas não durmam em cima desta problemática…

 

Anúncios

Terrorismo na Academia do Sporting

16 Maio 2018

foto cm - assalto a academia do sporting

Qualquer pessoa com bom senso percebe que os atos de terrorismo ocorridos ontem na Academia do Sporting vêm na sequência do acéfalo conflito antiplantel protagonizado pelo ainda presidente dos leões.

O dever de zelar pela segurança da equipa deixa grandes dúvidas sobre o papel desempenhado pela empresa que é paga para garantir a segurança da Academia (muito além de fazer o serviço de portaria!)… e a própria GNR local, que deveria estar atenta a episódios recentes de ameaças físicas àqueles futebolistas, o mínimo que tinha a fazer era ter no local alguns guardas.

Isso teria bastado para que o episódio de grave violência não tivesse ali ocorrido.

A outra vertente do problema é o poder que o Sporting deu ao seu atual presidente que ainda no passado sábado dizia ter como lema um ideário do seu tio-avô Pinheiro de Azevedo, segundo o qual «para ter sucesso, a primeira coisa a fazer é criar fama de maluco»!

Assumiu assim que tem fama de maluco. Mas o certo é que o que conscientemente tenta sempre fazer é manter uma pose de serenidade e de ponderação. Psiquicamente não denota estar bem. Pior ainda: não tem perfil para liderar e o Sporting não deve ter na presidência um indivíduo «com a fama de maluco».

Assumidamente egocêntrico, Bruno de Carvalho põe o «eu» acima de todos os assuntos, denegrindo a imagem do clube, desestabilizando a equipa, escolhendo terrivelmente mal os «timings» dos comentários públicos e avaliando deficientemente a situação (sobre o terrorismo ocorrido na Academia, diz que «foi chato»!).

Antes do jogo em Madrid, depois do jogo em Madrid, depois do jogo no Funchal e antes do jogo no Jamor, o presidente deveria saber proteger e empolgar o plantel, criando-lhe condições para o sucesso. Contudo, tem sido o principal desestabilizador.

O Sporting vai saber resolver o problema.

 

Um beijo na boca pede-se e dá-se

15 Maio 2018

foto correio da manhã - pedro felisberto

No final do jogo Benfica – Moreirense, para a 1ª Liga do futebol profissional português, no passado domingo, um árbitro assistente, em vez de ir para as cabines, dirigiu-se a uma bancada encarnada e beijou na boca uma adepta do Benfica!

Esta cena não necessita de comentários.

A namorada ou a esposa do Pedro Felisberto é benfiquista e o Benfica ganhou o jogo, apurando-se para a Champions. É natural que tenha ficado contente. O que não é natural é que o árbitro também tenha ficado contente.

Há gente que não percebe qual é o equipamento que veste.

Pior ainda: há gente que não percebe qual é o perfil que se exige a quem anda na arbitragem.

Falta muita formação…

 

She is not a toy

14 Maio 2018

direitos reservados - netta barzilai

Continuam a ecoar os vapores da contestação à vitória israelita no Festival da Eurovisão.

Há ainda quem não tenha percebido que a excentricidade tem sido a mola real para erguerem o troféu…

Foi uma cantora barbuda, foi um cantor à beira do transplante cardíaco, agora foi uma cantora gorda e feia (Netta Barzilai).

Para bom entendedor, o que tem catapultado pessoas para o sucesso é a campanha envolvente e não propriamente a canção.

É claro que no meio de tudo isto aparecem os especialistas, com um ar supostamente superior, a dizerem que a canção do brinquedo não merecia ter ganhado. Mas o Festival da Eurovisão é um festival de popularidade, não é um festival de pseudoqualidade.

Por algum motivo é o concurso cançoneteiro que mais gente movimenta no mundo. Tal como também é compreensível o último lugar da canção portuguesa, apesar do protagonismo que a sua autora lésbica esganiçou desnecessariamente, saltando para o palco internacional, ao contrário do que tinha feito no palco nacional…

 

Farense segue para as meias-finais do CPortugal

13 Maio 2018

FOTO JOAO XAVIER - FARENSE 13maio2018

O jogo de hoje no Estádio São Luís parecia um voo sobre um ninho de cucos e ao mesmo tempo fez-me lembrar a estória de um chinês que a cada acontecimento duvidava sempre se teria sido sorte ou azar…

Eu explico…

A vitória do Farense em Felgueiras por 3-2 parecia ter sido uma sorte, mas acabou por ser azar, pelo modo como fez a equipa encarar a 2ª mão dos quartos-de-final.

A jogar com o guarda-redes trôpego desde os 6 minutos (!), os leões da capital algarvia não se empolgaram com a enchente do velho estádio e foram displicentes. Aos 45 minutos, o Felgueiras adiantou-se, mas, coitado, mais não pôde.

A 2ª parte foi um suplício. Um jogo de nervos, sempre com medo que os visitantes, fracos, chegassem ao 2º golo.

Perdeu o Farense… mas «fez a festa». Passa às meias-finais, onde vai defrontar o Vilafranquense.

 

Ricardo Nascimento campeão outra vez

12 Maio 2018

foto joao xavier - ricardo nascimento

A uma jornada do fim, o Ferreiras sagrou-se hoje campeão da 1ª Divisão Distrital algarvia, na sequência de uma época com uma 1ª fase imponente e uma 2ª fase em que a concorrência não conseguiu chegar-lhe aos calcanhares.

Merece o Ferreiras os parabéns pelo regresso aos nacionais e merece em especial os parabéns o seu centrocampista Ricardo Nascimento.

Algarvio marafado com 23 anos de idade, Ricardo Nascimento formou-se no Imortal, tendo depois rumado ao Chesterfield e ao Algarve CF.

Campeão da 2ª Distrital há 1 ano pelo Algarve CF, Ricardo festeja agora a conquista da 1ª Distrital pelo Ferreiras. Um valor a ter em conta, para outros voos.

 

Afinal havia outra…

11 Maio 2018

direitos reservados - valentim loureiro

É verdade… eu acho que a vida de cada um de nós dava para fazer um filme. Basta registarmos estórias vividas, aventuras, acasos, sustos, sucessos e fracassos.

A vida de cada um de nós dava para fazer um filme, mas não como o que poderia ou poderá um dia ser feito sobre Valentim Loureiro, o conhecido major que se tornou famoso como presidente do Boavista (de 1978 a 1997), presidente da Liga Portuguesa de Futebol Profissional (de 1989 a 1994) e depois como presidente da Câmara Municipal de Gondomar (de 1993 a 2013)… com o caso do apito dourado pelo meio, a provocar tempestades de monta no futebol tuga.

Agora, quando já pouco se esperava ver sobre o eruptivo Valentim Loureiro, surge uma acusação na «justiça»: o favorecimento de uma amante, durante 12 anos, com um contrato de arrendamento de apartamentos…

E que mais? O major, além de 4 filhos da esposa, tem 2 filhos dessa mulher que foi «a outra». Um já é engenheiro e uma já é inspetora tributária.

Afinal havia outra. A temática dos filhos «fora do casamento» sempre deu e há de continuar a dar «pano para mangas».

 

O desleixo na EN 125

10 Maio 2018

KODAK Digital Still Camera

No Sotavento, a Estrada Nacional 125 é uma vergonha!

Qualquer estrangeiro que cá chegue e depare com o estado de conservação daquela estrada, deve pensar que está a ver uma estrada secundária.

Não é. A Estrada Nacional 125 é a principal estrada do Algarve, a mais utilizada e a única que une os 2 extremos da região.

Há muitos anos que não são feitas obras de vulto por aquelas bandas. No concelho de Vila Real de Santo António, brada aos céus o estado em que o piso se encontra e as obras miserabilistas que lhe fizeram tornando-a numa autêntica ruazinha de bairro.

A solução que tem durado anos é a colocação de sinais de trânsito com a informação de que a estrada está em mau estado!

Agora, a Câmara Municipal de VRSA decidiu afixar 3 outdoors de alerta para o estado a que chegou a EN 125.

Há que abrir os olhos a quem não quer ver.

 

Quantos mortos para um mandato?

9 Maio 2018

foto barlavento

No dia do catastrófico incêndio de Pedrógão Grande, António Costa garantia que vai haver mais tragédias daquelas. Só depois a pressão sobre o poder político funcionou e fez rolar gente de topo.

Ontem, Marcelo fez constar que, se as tragédias se repetirem, não se candidata a um novo mandato. Falta saber quantos mortos serão suficientes para Marcelo não querer fazer 10 anos de presidência.

O certo é que a pressão cheira a demagogia, a populismo e a sebastianismo… mas a mensagem fez António Costa criticar a postura e dizer que esse cenário (afinal…) não se põe, por haver muita gente a trabalhar para que isso não aconteça…

Triste país este, em que a tragédia dos incêndios do verão passado deixou muitos políticos tisnados e continua a queimar líderes (agora, por exemplo, com a demissão do novo líder nacional da proteção civil…)! Em ambos os casos, escrevo em sentido figurativo, obviamente.

Não nos venham é misturar política eleitoral com tragédias que nunca deveriam ter atingido as dimensões humanas e patrimoniais que atingiram por culpa de incompetências múltiplas e desorganizações inimagináveis.

 

Já reparaste que escreves com erros?

8 Maio 2018

erro em panfleto da algar

A Algar está a distribuir uns folhetos com um erro básico:

«Já reparas-te que há mais um ecoponto na tua zona?» em vez de «Já reparaste que há mais um ecoponto na tua zona?» !!!!!!!!!!

É um erro inadmissível, num folheto que deveria ter sido supervisionado e editado antes de ser impresso.

Não há que confundir. Vejamos…

«Tu coças-te quando tens comichão. Já te coçaste hoje?»

«Tu cortas-te se usares a faca descuidadamente. Já te cortaste alguma vez?»