O peso da lanterna vermelha

21 Outubro 2017

foto joao xavier - sambrasense-esp lagos

Acabado de retornar à 1ª Divisão Distrital algarvia, o Sambrasense cedo recebeu a lanterna vermelha da classificação.

Hoje, recebeu o Esperança de Lagos e até começou por estar em vantagem, mas ao intervalo já estava a perder por 2-1, não aguentando o poderio da artilharia visitante. Acabou por baquear por 3-1 e assumir que a lanterna vermelha tem lugar cativo na serrania.

A problemática das subidas exige dos dirigentes desportivos a formação de plantéis geralmente muito diferentes daqueles que fizeram a festa. O equilíbrio e a gestão das performances é que marcam depois o sucesso ou o insucesso da aventura.

Outra problemática é a posse da lanterna vermelha. Ou uma equipa lhe pega fugazmente ou começa a apossar-se dos seus elementos um sentimento de inferioridade e de fracasso. Feito o diagnóstico, à psicologia desportiva cabe procurar soluções e potenciar as energias anímicas que permitam passar a lanterna para mãos alheias…

 

Anúncios

Tenho que ir plantar alfarrobeiras

20 Outubro 2017

foto joao xavier - alfarrobeira nova

Em janeiro deste ano, Francisco Amaral fez publicar no Jornal do Algarve um esclarecimento sobre o adiamento da conclusão de uma sessão da Assembleia Municipal de Castro Marim.

Segundo aquele autarca, o líder socialista da assembleia negou-lhe a hipótese de a sessão decorrer no dia seguinte, afirmando-lhe: «Não, porque tenho que ir plantar alfarrobeiras (…)»

Queixando-se ainda de outros problemas, acabou por escrever que as referidas situações «terão de ser dirimidas nos tribunais».

Passados 9 meses, não nasceu um bebé, mas houve eleições e a coligação liderada por Fr. Amaral venceu, mas sem maioria absoluta.

Também eleito vereador, José Estevens pode dificultar-lhe a gestão camarária e, perante este novo «inimigo político», Francisco Amaral quer agora chegar a acordo com os vereadores do PS para conseguir um mandato mais ou menos estabilizado!

Resta esperar que não haja muitas alfarrobeiras para plantar…

 

O envelhecimento da população

19 Outubro 2017

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

As mais recentes estatísticas internacionais continuam a revelar uma marca do séc. XXI em Portugal: o envelhecimento escusado e exagerado da população.

A tendência, cada vez mais notada em muitos países europeus, atinge na velha Lusitânia números demográficos preocupantes: já temos mais de 2 milhões de pessoas com mais de 65 anos de idade (1 em cada 5 portugueses)!!!

É uma realidade que fará, mais tarde ou mais cedo, reformular a gestão das pensões. Mas, acima de tudo, é uma realidade que espelha a falta de esperança de um povo. Um povo que cai nas malhas do materialismo, das modernices, do egoísmo e do consumismo. E, com tanta cedência, não há campo nem tempo para ter e criar filhos.

 

Sinais duplicados na Estrada Nacional 125

18 Outubro 2017

foto joao xavier - sinais duplicados

Muitas pessoas têm reparado numa bizarra duplicação da sinalética vertical, na Estrada Nacional 125, no barlavento algarvio.

O que se passa é que estão a decorrer os últimos trabalhos de requalificação de alguns troços… e a tarefa derradeira é a da substituição de sinais.

A justificação não anula a bizarrice: quase todos os velhos sinais estão em boas condições e não deveriam ser substituídos; e, feita a substituição, deveriam imediatamente ser removidos os que ali estavam.

Este é mais um exemplo do consumismo e do mau uso dos dinheiros públicos.

 

Estamos todos em perigo

17 Outubro 2017

foto gm - incendio out 2017

Já lá vão mais cerca de 4 dezenas de mortes, em mais uma vaga de incêndios no norte e centro de Portuga!

Os terrenos foram-se despovoando, as árvores crescem «depressa», os matos não se limpam sozinhos, as casas ficam rodeadas de árvores e mato por todos os lados, não há faixas corta-fogos, o calor desidrata as ervas e as lenhas…

Pois.

E o que fizeram os governantes?

Perante a excecionalidade dos calores de outubro, mantiveram os altos níveis de prontidão da proteção civil?

Não.

Em meios aéreos, em meios terrestres e em pessoal ao serviço, reduziram.

O resultado está à vista.

A ministra diz que se se demitisse até era bom porque iria gozar as férias que ainda não gozou este ano!

Estamos perante um caso absurdo de uma pessoa que não tem perfil nem capacidade para o cargo que ocupa. É o chamado «princípio de Peter».

Enquanto teimarem em manter Constança no cargo, estamos todos em perigo.

 

Kwanzas ainda não dão juros em Portimão

16 Outubro 2017

foto joao xavier - golo no unidos portimao-odiaxere

Com 11 jogadores sentados na bancada, mas nenhum no banco de suplentes! Assim se estreou no futebol algarvio, no passado sábado, o Unidos de Portimão.

O treinador diz que em maio próximo vai festejar a subida de divisão, mas a desorganização que impera nesta fase é tão grande que o Odiáxere puxou os galões de líder e abusou: com 1 minuto de jogo, já ganhava por 1-0, com 4 já fazia o 2-0 e aos 9 já festejava o 3-0…

Grão a grão enche a galinha o papo e o marcador registava 1-7 quando o desafio terminou.

O Odiáxere isolou-se na liderança da 2ª Divisão Distrital algarvia, com 3 vitórias nos 3 primeiros jogos e tem 5 perseguidores a 3 pontos de distância, mas (atenção!) há duas equipas que só têm vitórias nos 2 jogos disputados: Almancilense B e Louletano B.

Brilho do Farense ofusca o Estoril

15 Outubro 2017

foto joao xavier - golo farense-1-estoril-0

Bola na rede… e estava feito o golo da vitória do Farense, hoje, contra o Estoril.

A festa da Taça de Portugal fez-se ouvir no Estádio São Luís, com aquilo a que chamam «Tomba-gigantes». Uma ilusão: o Estoril, da 1ª Liga, não fez hoje mais do que fazem algumas equipas rascas do Campeonato de Portugal que jogam apenas para não descerem aos Distritais. Até cãibras tinha, com uma hora de jogo…

Uma diferença se fez notar: é que muitas equipas que visitam o Algarve primam por uma postura de desportivismo, mas o Estoril agrediu um árbitro assistente e praticou jogo com brutalidade (que lhe acarretou um cartão vermelho).

O Farense segue para a 4ª eliminatória com o Portimonense, que suou as estopinhas para no Alentejo eliminar o Moura.

O Benfica em apertos

14 Outubro 2017

KODAK Digital Still Camera

O Benfica jogou hoje no Estádio Algarve com o Olhanense, para a 3ª eliminatória da Taça de Portugal.

Ganhou.

Mas deu um gostinho especial ver os encarnados apertados por algumas acções de pressing algarvio, nos últimos minutos.

Ganhou por 1-0 e não disfarçou o mau momento que atravessa…

 

As aberrações no incêndio de Pedrógão Grande

13 Outubro 2017

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Um ilustre algarvio marafado tem estado hoje sob os holofotes: João Guerreiro.

O ex-reitor da Universidade do Algarve encabeçou uma comissão independente encarregada de avaliar os gravíssimos incidentes em que morreram 65 pessoas, no incêndio de Pedrógão Grande, em 17 de junho de 2017.

Obviamente, a referida comissão chegou à mesma conclusão a que eu cheguei um dia depois da catástrofe: houve resposta incapaz e desatempada à dimensão do problema.

A planificação não existia, a desorganização era notória e os políticos complicaram.

Resta agora ao Governo fazer os irresponsáveis pagar pelo que fizeram.

Quanto a João Guerrreiro, só me resta aplaudir-lhe a serenidade e a verticalidade. Um algarvio marafado, como deve ser.

 

Uma geringonça especial em Faro

12 Outubro 2017

KODAK Digital Still Camera

Na eleição para a Câmara Municipal de Faro, «Faro no rumo certo», a coligação liderada por Rogério Bacalhau teve 11753 votos, num universo de 56524 eleitores, ou seja, em cada 10 eleitores farenses só 2 votaram Bacalhau.

Contudo, a referida lista conseguiu a maioria absoluta da vereação (5, contra 4 do PS).

Ontem, na primeira reunião da Assembleia Municipal, a lista «Faro no rumo certo», liderada por Cristóvão Norte, foi derrotada pela «geringonça» (PS + CDU + BE + 1 deputado de «Faro no rumo certo»!) e para a respetiva presidência os deputados municipais elegeram o nº 2 da lista do PS!

Faro está num rumo incerto e a política já não é o que era.