A fiabilidade das análises laboratoriais

23 Março 2017

adaptação de cartoon de nani humor

Em Albufeira, uma criança de 3 anos de idade ficou febril, com tosse e expetoração. A mãe foi então com ela a um centro de saúde, tendo o médico prescrito um exame laboratorial aos mucos da garganta da doente.

Feita a recolha num posto de colheita, o material foi analisado microbiologicamente num laboratório de Faro, que entregou o «resultado»: amostra de sémen na garganta!

O drama que a família viveu foi indescritível.

A PJ chegou a investigar o pai e o avô…

Afinal, o que aconteceu foi que o laboratório, para poupar as lâminas de 18 cêntimos cada, colocou numa lamela anteriormente utilizada o muco recolhido na garganta da criança!!!…

A família pôs em tribunal o laboratório e exigiu uma indemnização de 750 mil euros. O tribunal deu razão à família, mas reduziu a indemnização para 272 mil euros.

Ficamos todos com medo disto. Medo da «infalibilidade» das «análises laboratoriais». Medo dos erros.

A partir de agora, qualquer resultado de «análises» pode ser posto em causa.

 

Jeroen Dijsselbloem e os europeus do sul

22 Março 2017

Foto João Xavier - Prostitutas na Estrada Nacional 1

Jeroen Dijsselbloem é o presidente do Eurogrupo e, além de ser socialista e ter um nome esquisito, tem uma desconformidade com o tempo em que vive.

“Não se pode gastar o dinheiro em copos e mulheres e logo depois pedir ajuda.” – diz ele. E eu fui logo olhar a um calendário, para me certificar de que estamos em 2017 e não em meados do séc. XX.

Estamos em 2017 e o presidente do Eurogrupo (presidente com p pequeno) acha que os portugueses e outros europeus do sul querem é putas e vinho verde.

A linguagem, desfasada no tempo, sexista e preconceituosa, mostra a qualidade de quem a proferiu.

Sabemos que a União Europeia é um flop, mas os seus líderes poderiam disfarçar.

É verdade que os tugas e os gregos, por exemplo, querem persistir num consumismo leviano e pedir a outros que lhes paguem os devaneios. Um dia haveremos de sofrer por causa disso. Mas os políticos europeus têm forçosamente de gerir as relações internacionais com elevação, a não ser que tenham como objetivo criar ruturas graves.

O líder do eurogrupo é mais um exemplo da mediocridade que impera. E contra isso a única coisa que podemos fazer é correr com esta gente e escolher gente mais competente.

 

Burra, burróide, estúpida e filha da puta

21 Março 2017

foto jose gonçalves - escola ortigueira

Segundo o Ministério Público de Braga, uma professora de 52 anos de idade chamava a uma aluna de 7 anos: «burra, burróide, estúpida e filha da puta»!

Provavelmente, a primeira coisa que muitas pessoas pensam ao ler aquilo é: «Burra, burróide, estúpida e filha da puta deve ser ela!»

O problema, contudo, precisa de uma análise mais cuidada.

Temos de perceber que, nos últimos anos, os professores, em vez de profissionalmente se preocuparem quase em exclusivo com as pessoas que são os seus alunos, têm de se preocupar, sobretudo, com as estatísticas.

Temos de perceber que há cerca de uma década os professores do 1º ciclo do ensino básico aposentavam-se aos 52 anos de idade.

Temos de perceber os níveis de stress e ansiedade que levam tantos professores a situações de «burnout».

Temos de perceber os riscos psicóticos de quem trabalha hoje em dia nas escolas portuguesas.

Temos de perceber os índices de violência e má organização em ambiente escolar.

Percebendo tudo isto, entendemos melhor os episódios que vão chegando à imprensa… sem desculpabilizar quem persiste na atividade docente quando já chegou ao fim da linha…

 

32 anos de prisão para um inocente

20 Março 2017

foto damian dovarganes - andrew leander wilson

Um homem foi libertado depois de ter estado preso durante 32 anos, por um crime que não cometeu.

O caso deu-se há dias nos EUA e mostra bem o que é a justiça oficial.

O indivíduo foi condenado com base no depoimento de uma jovem de 17 anos que já anteriormente havia feito declarações falsas sobre um pretenso caso de violação.

Em 2017, um grupo de estudantes de direito estudou o processo e descobriu os erros que levaram à brutal condenação.

O triste homem, que sempre se declarou inocente, sente-se agora feliz… mas os 32 anos de prisão ninguém lhe tira…

É com casos destes que percebemos melhor o que são algumas investigações policiais e algumas decisões dos tribunais…

 

O Olhanense com o Moncarapachense

19 Março 2017

 

Bilhete para o Olhanense - Gil Vicente

O futebol vive sobretudo do presente, mas também, cada vez mais, do passado… mas sempre em função do futuro!

Parece complicado, mas não é. O futebol vive da luta pela vitória em cada jogo, mas cada vez mais usa o passado como um património a ostentar… mas funciona sempre em função de objetivos e perspetivas futuras!

Vem tudo isto a propósito do que eu ouvi hoje uma adepta do Olhanense dizer à saída do Estádio José Arcanjo, após a derrota com o Gil Vicente:

«Na próxima época, vamos jogar com o Moncarapachense.»

Na realidade, o Olhanense está na 2ª Liga e pouca gente acredita que consiga evitar a descida ao Campeonato de Portugal. Campeonato de Portugal esse para onde quer subir o Moncarapachense (atualmente na 1ª Divisão Distrital)!

Ora aí está uma convergência até há pouco impensável! Mas o futebol, que tanto se alimenta de divergências, também é perito em convergências!…

 

Algarve CF – 80 golos pra começar…

18 Março 2017

foto joao xavier - algarvecf-6-mentesdodesporto-1

O Algarve CF está no seu melhor ciclo e cilindrou hoje o Mentes do Desporto por 6-1.

Com 6 vitórias consecutivas em que marcou 25 golos (!), a equipa líder da 2ª Divisão Distrital algarvia exibe um poderio inigualável.

Ao intervalo, já o Algarve CF ganhava por 3-1. Primando por um ataque torrencial (que em 24 jogos já marcou 80 golos!…) e não ficando em branco um único jogo, o entrosamento da equipa hoje foi notável e permitiu a elaboração de golões de fino recorte técnico.

Se ainda não viu jogar o Algarve CF, você não sabe o que tem perdido!…

 

Maus caminhos entre tulipas

17 Março 2017

foto holland.com - tulipas

Afinal, a Holanda pariu um rato.

A esquerda europeia, depois de passar mais de 1 ano a agitar o papão do Nexit e o pavor do «populismo», acabou em festa só porque o Partido da Liberdade não ganhou as eleições do passado dia 15 na Holanda.

A extrema direita, a que agora paradoxalmente chamam «populistas», passou de 12 deputados para 20 e de 3º para 2º partido, enquanto o Partido Trabalhista baixou de 35 deputados para 9…

O que irrita mais naquela abordagem europeia da política holandesa é a tentação homogeneizadora dos burocratas e dos políticos que dominam a União Europeia.

Em vez de cultivarem a diversidade de opinião e a polivalência dos valores, diabolizam os adversários e semeiam ódios. Maus caminhos.

 

A fibra do Portimonense

16 Março 2017

foto rui minderico - benfica b-2-portimonense-3

Na luta pelo regresso à 1ª Liga do futebol português, o Portimonense foi ontem a casa do Benfica.

A ganhar dos 4 aos 88 minutos, os encarnados pensavam que já tinham os 3 pontos no papo.

Foi precisamente a 2 minutos do fim que os algarvios conseguiram repor a igualdade no marcador, depois de terem massacrado o Benfica B em toda a 2ª parte. E nos instantes finais viraram o resultado e ganharam por 3-2.

É com jogos destes que o Portimonense vinca bem a sua força na presente temporada.

Os barlaventinos lideram a classificação com mais 12 pontos que o Aves (2º) e mais 19 que o Varzim (3º)!

 

O Euromilhões em Faro

15 Março 2017

KODAK Digital Still Camera

Plantado entre laranjeiras, diante do mercado municipal de Faro, o Quiosque S. Luís ganhou um protagonismo nunca antes vivido.

Ontem, uma pessoa registou ali um boletim do Euromilhões e acertou em cheio.

Hoje, tem sido um corrupio de repórteres e curiosos que querem ver onde caíram do céu mais de 80 milhões de euros…

 

Recoletores…

14 Março 2017

recoletora

Antigamente, o ser humano era recoletor: caçava, pescava, colhia frutos…

Era nómada.

Depois, começou a sedentarizar-se e a ser produtor.

Especializou-se.

Aproveitou e reforçou as diferenças de estatuto.

A seguir, começou a comerciar. E inventou o dinheiro.

Depois, esmerou a sua faceta de inventor.

Artificializou a vida e criou a poluição.

Estamos chegados aos tempos modernos. Com enormes diferenças sociais, com doenças, com destruição impensável dos recursos naturais.

Mais valia voltarmos a ser recolectores!…